A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

04/10/2018 15:44

Morre no hospital bebê que havia sido reanimada com orientação via telefone

PM informou que menina de quatro meses, que tinha apneia e epilepsia, não resistiu à outra parada cardiorrespiratória

Helio de Freitas, de Dourados
A cabo da PM Marta Oliveira, que atendeu a mãe da criança hoje em Dourados (Foto: Divulgação)A cabo da PM Marta Oliveira, que atendeu a mãe da criança hoje em Dourados (Foto: Divulgação)

Morreu no início da tarde a bebê de quatro meses, que havia voltado a respitar graças à orientação dada por telefone telefone por uma atendente da Polícia Militar de manhã desta quinta-feira (4) em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

De acordo com assessoria de comunicação da PM, a menina especial sofria de apneia e epilepsia. Após ser socorrida pelo Samu (Serviço Móvel de Urgência), ela foi levada para o Hospital da Vida, onde teve outra parada cardiorrespiratória e não resistiu. O corpo vai ser levado para o Rio Grande do Sul.

Socorro por telefone - A cabo da PM Marta Maria dos Santos Oliveira, da equipe de atendentes do telefone 190 da PM, ajudou a mãe da menina a salvar a criança vida por volta de 8h40 de hoje. Desesperada ao ver a filha sem conseguir respirar, a mãe ligou para o telefone de emergência da Polícia Militar e foi atendida pela policial.

“Marta recebeu esse chamado como faz centenas de vezes todos os dias e, diante do desespero da mãe, a orientou primeiramente a colocar o bebê no colo e bater suavemente em suas costas. Como o procedimento não obteve resultado, a atendente pediu para a mãe massagear o peito da bebê de forma leve e que assoprasse na boca, para a ressuscitação”, explicou a PM.

O procedimento deu certo e a criança voltou a respirar. Em seguida a equipe de socorristas do Samu chegou ao local e levou a criança para o hospital, onde a menina morreu horas depois.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions