A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

20/09/2019 20:19

Morto com 16 tiros, homem teve documentos roubados por pistoleiros

Lucas era uma das pessoas que estavam na residência onde o seu amigo, Gabriel Rosa Miranda, foi executado no início do mês passado

Adriano Fernandes e Helio de Freitas
Lucas caiu na calçada em frente ao portão, do lado de dentro do quintal. (Foto: Porã News) Lucas caiu na calçada em frente ao portão, do lado de dentro do quintal. (Foto: Porã News)

Lucas Pratis, de 29 anos, foi executado com cerca de 16 tiros pelos pistoleiros que o atacaram enquanto ele chegava na residência de sua namorada, esta tarde (20) na Rua Manoel Cardinal no Bairro São Rafael em Ponta Porã, cidade a 323 quilômetros de Campo Grande.

Após os disparos os dois criminosos que estavam em um veículo sedan, prata, ainda fugiram levando os documentos pessoais da vítima. Os tiros, conforme o site Porã News foram de calibre 9 milímetros.

O rapaz foi atingido assim que desceu de sua picape Saveiro. Lucas caiu na calçada em frente ao portão, do lado de dentro do quintal, e morreu no local. Policiais militares e agentes e peritos da Polícia Civil estiveram no local e o encaminharam ao IML (Intituto Médico Legal) da cidade. Até o momento, ninguém foi preso pelo crime.

Lucas era uma das pessoas que estavam em uma casa no dia 10 de agosto deste ano, que também foi invadida por pistoleiros. Na ocasião, Gabriel Rosa Miranda, de 19 anos, que era amigo de Lucas também foi morto. A polícia apura se os dois crimes teriam relação com o tráfico de drogas na região de fronteira. Foi a quarta execução desde segunda-feira (16) na Linha Internacional formada por Ponta Porã e Pedro Juan Caballero.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions