A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 28 de Maio de 2017

03/10/2014 10:47

Ocupada por 400 famílias, MPF busca solução para uso de área abandonada

Viviane Oliveira
No local foram construídas casas e barracos. (Foto: divulgação/MPF) No local foram construídas casas e barracos. (Foto: divulgação/MPF)
As famílias estão na área desde 2012.  (Foto: divulgação/MPF) As famílias estão na área desde 2012. (Foto: divulgação/MPF)

Ocupado por 400 famílias sem teto desde 2012, o MPF (Ministério Público Federal) busca solução para a utilização do pátio operacional abandonado da antiga estação ferroviária de Ponta Porã, distante 323 quilômetros de Campo Grande. O espaço é de concessão da ALL (América Latina Logística), que requer na Justiça a reintegração de posse.

Em reunião na sede da Procurado da República no município, no último dia 23, representantes do MPF, União e da ALL, além do prefeito, definiram em acordo que a América Latina Logística deverá se manifestar sobre o interesse e a viabilidade de exploração econômica do pátio operacional.

Caso a All considere inviável o uso do pátio, poderá optar pela devolução do espaço ao acervo da União. O documento deve ser entregue em até 60 dias, após a vistoria da ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre) no local, prevista para 14 de outubro.

A Prefeitura assegurou que vai prosseguir com o cadastro dos moradores do local, verificando uma forma de encaixá-los em programas de moradia do governo. Para o MPF, devolvido o imóvel será destinada à finalidade pública.

Algumas famílias construíram pequenas edificações de quatro paredes sem divisórias, ou armaram barracos que existem até hoje. Há também, de acordo com o MPF, a presença de especuladores, que tentam se aproveitar da situação para obter a suposta propriedade de forma indevida.

Revoltado, idoso esfaqueia colega que teria lhe dado um beijo no rosto
Homem de 33 anos foi esfaqueado por um idoso de 68 anos, revoltado com a vítima por ele ter lhe dado um beijo no rosto em um bar de Paranaíba, a 422 ...
Foragido da justiça é encontrado morto com facada no peito em rua
Max Alam Bazan de 42 anos, foi encontrado morto com uma facada no peito esta madrugada pela Rua Alan Kardec em Três Lagoas – a 338 quilômetros de Cam...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions