ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUINTA  27    CAMPO GRANDE 26º

Interior

Pelo segundo ano, pandemia impede procissão no Dia da Padroeira

Hoje é feriado em Dourados, mas boa parte do comércio fez acordo com funcionários e funciona normalmente

Por Helio de Freitas, de Dourados | 08/12/2021 11:47
Imagem da padroeira Imaculada Conceição em celebração no dia 30 de novembro. (Foto: Rádio Coração)
Imagem da padroeira Imaculada Conceição em celebração no dia 30 de novembro. (Foto: Rádio Coração)

A pandemia de covid-19 vai impedir pelo segundo ano consecutivo, a tradicional procissão para homenagear Nossa Senhora Imaculada Conceição, a padroeira de Dourados, cidade a 251 km de Campo Grande.

Hoje, feriado municipal, apenas missas estão sendo celebradas na Catedral, localizada no calçadão da Praça Antônio João. A procissão pelas avenidas do centro foi adiada para 2022. Duas missas já foram celebradas, às 6h e 10h, e outras duas acontecem no período da tarde, às 15h e 19h, encerrando a programação.

A programação para homenagear a padroeira da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul foi iniciada pela Diocese ainda em novembro com novenas na Catedral.

Mesmo com o feriado religioso, boa parte do comércio de Dourados abriu normalmente nesta quarta-feira. Para o funcionamento, foi preciso fazer acordo com os funcionários, já que normalmente as lojas fecham no dia 8 de dezembro para funcionar no dia 20, aniversário da cidade.

História – Vinda da França, a imagem de Imaculada Conceição chegou a Dourados há 95 anos. O dia 8 de dezembro como Dia da Padroeira da cidade foi decretado em 1966, pelo então prefeito Napoleão Francisco de Souza.

Pesquisa feita em 2017 pelo padre Crispim Guimarães sobre a história da Paróquia Imaculada Conceição revelou que o primeiro terço rezado no povoado, hoje Dourados, foi em 8 de dezembro de 1912. Em 1935, o então distrito de Ponta Porã se tornou município.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário