ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Perícia identifca morador de Coxim que morreu carbonizado em acidente

Trabalhador de uma serralheria, ele ficou preso às ferragens e os sobreviventes não conseguiram retirá-lo

Por Izabela Sanchez | 31/07/2020 09:01
Rafael teria ficado preso às ferragens e auxiliares não conseguiram ajudá-lo (Foto: Divulgação/Edição MS)
Rafael teria ficado preso às ferragens e auxiliares não conseguiram ajudá-lo (Foto: Divulgação/Edição MS)

Foi identificado como Rafael Ribeiro, 61, morador de Coxim, o condutor do Fiat Uno que morreu carbonizado em acidente no km 770 da BR-163, em Pedro Gomes, a 309 km de Campo Grande, na região norte do Estado, na tarde de quinta-feira (30). Conforme o site Edição MS, Rafael trabalhava e era proprietário de uma empresa de serralheria.

O site aponta que ele teria ficado preso às ferragens antes do veículo explodir, e que os dois sobreviventes do acidente, ajudantes da vítima na empresa, tentaram resgatá-lo, mas ele estaria desmaiado e a explosão impediu o socorro.

Os dois foram levados ao Hospital Regional Álvaro Fontoura, em Coxim e não correm riscos.

Acidente – Condutor e passageiros seguiam pela rodovia com uma carreta pequena acoplada e levada pelo Uno. O veículo capotou, no trecho citado, e caiu em uma galeria para captação de água às margens da BR, e depois explodiu.

Eles seguiam em direção ao norte do estado e já haviam passado por Pedro Gomes. Seguiam rumo à Itiquira, no Mato Grosso, a trabalho. As causas do acidente ainda são apuradas pela perícia técnica e o corpo foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) de Coxim, conforme destaca o Edição MS.