A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

12/04/2019 10:25

Polícia prende comparsa de suspeitos mortos e procura mais quatro

Quadrilha planejava assaltar quatro empresários douradenses e mantê-los de reféns para levar veículos para o Paraguai

Helio de Freitas, de Dourados
Suspeito preso em operação desta sexta desce da viatura ao chegar à delegacia (Foto: Adilson Domingos)Suspeito preso em operação desta sexta desce da viatura ao chegar à delegacia (Foto: Adilson Domingos)

Pelo menos oito bandidos faziam parte da quadrilha desmantelada nesta sexta-feira (12) na Operação “Coruja de Minerva” em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Dois morreram em confronto com policiais, um foi preso e quatro estão sendo procurados.

Segundo a polícia douradense, o bando planejava sequestrar quatro empresários locais e mantê-los de reféns em cativeiro para roubar veículos de alto valor e levar para o Paraguai. O grupo estava sendo investigado há pelo menos uma semana.

“Eles levantaram a rotina desses empresários, rotina familiar, os bens que eles tinham. Foram vistos passando várias vezes na frente de uma das empresas”, afirmou o delegado Rodolfo Daltro, do SIG (Serviço de Investigações Gerais).

Dois suspeitos foram levados para a delegacia, mas o delegado informou que apenas um deles vai ficar preso. O outro foi ouvido e será liberado, assim como duas mulheres também levadas para a delegacia como testemunhas.

Policiais em frente a uma das casas onde teve confronto com morte, hoje em Dourados (Foto: Adilson Domingos)Policiais em frente a uma das casas onde teve confronto com morte, hoje em Dourados (Foto: Adilson Domingos)

Mortos – Três suspeitos morreram em confronto com policiais militares e civis durante as buscas no Jardim Carisma, na região leste de Dourados. Os mortos foram identificados como irmãos Talisson Rodrigues de Oliveira e Taylor Rodrigues de Oliveira e o vizinho deles, Antonio Alves da Silva Lima, 30.

Os irmãos moravam em uma casa a menos de 50 metros da residência de Antonio Lima. Talisson chegou a ser socorrido por uma equipe do Samu (Serviço Móvel de Urgência), mas morreu antes de chegar ao hospital.

Da casa de Antonio, um policial saiu levando em um saco plástico um revólver e cartuchos intactos. Pelo menos outras três armas também foram apreendidas. A polícia afirma que todos os suspeitos têm ficha criminal.

A operação continua, segundo o delegado. Os outros dois suspeitos já foram identificados e estão sendo procurados. A operação recebeu o nome de “Coruja de Minerva” em alusão à Minerva, deusa da sabedoria na mitologia romana, sempre associada a uma coruja.

Veja abaixo a entrevista com o delegado que chefiou a operação desta sexta em Dourados:

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions