ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 27º

Interior

Polícia volta à casa de suspeito de comandar furtos em fazendas

Morador da aldeia Jaguapiru foi preso em operação ontem, mas pagou R$ 6 mil de fiança e foi liberado

Por Helio de Freitas, de Dourados | 18/02/2020 10:25
Com apoio da Força Nacional, policiais civis fazem buscas em casa de suspeito de comandar furtos (Foto: Adilson Domingos)
Com apoio da Força Nacional, policiais civis fazem buscas em casa de suspeito de comandar furtos (Foto: Adilson Domingos)

Policiais civis fazem nesta manhã novas buscas na casa de Carlos Fischer, 41, na Aldeia Jaguapiru, em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Casado com uma indígena, ele mora na reserva e vem sendo investigado por suspeita de comandar furtos de maquinários agrícolas, caminhões e agrotóxico em fazendas da região.

Ontem (17), Fischer foi preso por crime ambiental na Operação Amigo do Campo, desencadeada pelo SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil. Durante busca na casa, autorizada pela Justiça, os policiais encontraram agrotóxico armazenado de forma ilegal, o que caracterizou o flagrante por crime ambiental. Entretanto, à tarde ele foi solto, após pagar fiança de R$ 6 mil.

Nesta manhã, com apoio de homens da Força Nacional, equipe do SIG liderada pelo delegado Rodolfo Daltro voltou à aldeia e faz novas buscas na residência de alto padrão de grades altas e vigiada por sofisticado sistema de monitoramento por câmeras, em contraste com a paisagem de pobreza nos demais cantos da reserva. A polícia ainda não se manifestou sobre as novas buscas.

Ontem, quatro caminhões sinais de identificação adulterados, encontrados na oficina mecânica e na cascalheira mantidas por Fischer na aldeia, foram apreendidos pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e estão sendo periciados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário