ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 24º

Interior

Preso do semiaberto é flagrado com 790 kg de maconha enterrados perto de casa

Homem de 61 anos disse que receberia R$ 1 mil de paraguaios que pediram para enterrar droga em terreno ao lado da casa dele

Por Silvia Frias | 01/08/2020 09:18
Maconha que foi encontrada em terreno, ao lado da casa de preso do semiaberto (Foto/Divulgação)
Maconha que foi encontrada em terreno, ao lado da casa de preso do semiaberto (Foto/Divulgação)

Homem de 61 anos foi preso em Ponta Porã, a 316 quilômetros de Campo Grande, depois que a polícia encontrou maconha enterrada em terreno ao lado da casa dele e mais dois tabletes com ele, totalizando 790 quilos da droga. O flagrante aconteceu ontem à noite, depois de denúncia à PM (Polícia Militar).

Na denúncia feita ontem, por volta das 21h, testemunha disse à PM que havia “movimentação estranha” na casa localizada às margens da MS-164, no Jardim das Flores.

A equipe da Força Tática inicou averiguação no trecho e encontrou motociclista na rodovia, próximo da saída para Antônio João.

O condutor tentou fugir, descendo bruscamente da moto e correndo por área de plantação. O homem, de 34 anos, foi detido depois que não conseguiu pular uma cerca.

Nervoso, disse que iria visitar amigo e, nesse momento, se aproximou outro homem que, ao perceber a presença da polícia, correu, mas foi alcançado.

Este homem, de 61 anos, justificou a fuga dizendo que era do regime semiaberto e queria evitar problemas. A polícia resolveu fazer buscas no terreno ao lado da casa que seria dele, a que havia sido indicada na denúncia.

Os policiais notaram que o homem ficou mais nervoso e encontraram uma parte do terreno com terra revirada, indicando que algo havia sido enterrado. Questionando, ele disse que paraguaios foram até sua casa e pediram ajuda para esconder carregamento de maconha e pagariam R$ 1 mil a ele pelo serviço.

Parte da droga foi encontrada enterrada neste local. Em revista à casa do idoso, foram encontrados mais três tabletes da droga, totalizando 790 quilos de maconha. Ele e o amigo foram levados à Polícia Civil e Ponta Porã  somente ele foi indiciado por tráfico de drogas.