A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

09/11/2017 11:30

Sem raio-x, MPE alerta para falta de fiscalização em aeroporto de Bonito

Órgão recomendou instalação de equipamentos que auxiliam na vistoria de bagagens no local

Liniker Ribeiro

O Ministério Público Estadual orientou o Governo de Mato Grosso do Sul, responsável pela administração do aeroporto de Bonito, distante 298 quilômetros de Campo Grande, a instalar máquinas de raio-x para fiscalização de bagagens. A medida seria uma alternativa para o combate do tráfico de drogas.

Segundo o promotor responsável pelo documento enviado ao governo, a falta do aparelho no aeroporto da cidade, muito frequentada por turistas, incentiva a prática de tráfico, uma vez que malas despachadas para viagem não são vistoriadas - apenas bagagens "de mão" passam por fiscalizam com ajuda do aparelho de raio-x.

Caso os equipamentos não sejam instalados, o pedido do MPE é que passageiros sejam impedidos de viajar portando malas que não se encaixem nas medidas consideradas como "de mão".

Só em agosto, três pessoas foram presas em flagrante tentando embarcar portando malas carregadas com droga. O MPE reforçou ainda, a cobrança de multas que podem chegar a R$ 25 mil, caso a resolução da Anac de n° 362, de 16 de julho de 2015, que consistente em deixar de prover recursos físicos necessários para inspeção de segurança de carga ou mala em aeroportos, for descumprida.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions