ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, QUARTA  25    CAMPO GRANDE 32º

Interior

Vizinho corta testículos de cachorro que fez xixi no quintal

De porte pequeno, cão de 4 anos costuma escapar pelo vão da grade do portão para passear

Por Viviane Oliveira | 31/07/2020 10:40
O sangue ficou espalhado pela casa, por onde o cão passou (Foto: arquivo pessoal)
O sangue ficou espalhado pela casa, por onde o cão passou (Foto: arquivo pessoal)

Ao fugir pelo vão do portão para dar uma volta, o cachorro vira-lata “Courinho” teve os testículos cortados pelo vizinho. O caso aconteceu na última quarta-feira (29) em Aquidauana, mas foi registrado ontem (31) na 1ª Delegacia de Polícia Civil do município.

A secretária Eleise Méury do Nascimento, 41 anos, dona do animal, cria dois cachorros: o Courinho de 4 anos e Fred (de porte grande). Por ser pequeno, Courinho escapa e vai para a rua fazer o seu passeio matinal. “Moro há quatro anos no bairro e todo mundo sabe que ele tem dono”, contou.

No dia do crime, segundo Eleise, acordou e soltou os cachorros que dormem dentro de casa para fazer as necessidades no quintal. Foi quando Courinho, como de costume, saiu para a rua. “Pouco depois escutei o choro agoniante dele no portão. Saí para ver o que havia acontecido e o encontrei desesperado, esvaindo em sangue com uma corda no pescoço”, lamentou.

Pata do cachorro também foi cortada (Foto: arquivo pessoal)
Pata do cachorro também foi cortada (Foto: arquivo pessoal)

Desesperada, a secretária saiu para pedir socorro e encontrou a mãe do autor, que mora numa casa sem muro ao lado da residência dela. Ao questionar a mulher se sabia o que havia acontecido com Courinho ouviu a frase: “Nós capamos”. Ao fundo, o autor identificado apenas como Felipe, gritou: “Eu capei. E capo de novo. Ele mijou no meu quintal. Não sabia que o cachorro era seu”.

A mãe do autor, então, tentando acalmar os ânimos pediu para Eleise buscar o animal que ela iria tratá-lo. “Calma. Nós somos pantaneiros. Isso é normal em fazenda. Me entrega ele que vou medicar e cuidar dele pra você”.

Revoltada, a secretária enrolou o animal em um lençol, o colocou no carro e foi para o veterinário. “Ele perdeu muito sangue. Ficou internado por um dia e meio. Os gastos até agora já passam dos R$ 300. Courinho levou ponto nos testículos e na perna que também foi cortada”, contou. Eleise disse que só conseguiu registrar boletim de ocorrência ontem na Polícia Civil e apresentou fotos e inclusive áudio dos vizinhos confessando o crime.

Ontem, a PMA (Polícia Militar Ambiental) esteve na casa do vizinho, mas ele não foi encontrado pelos policiais. O vizinho responderá por maus-tratos a animais. Crime com pena de três meses a um ano de detenção.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário