A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

16/09/2013 17:40

Investigação da morte de delegado não avança com identificação de corpo

Graziela Rezende

Ainda sem saber as circunstâncias do crime e a motivação da execução do delegado aposentado Paulo Magalhães, 57 anos, a Polícia ressalta que a confirmação de que o corpo encontrado próximo ao lixão, como sendo de Rafael Leonardo dos Santos, 29 anos, o 3° suspeito a participar da execução, de nada adiantou para as investigações.

“Ele foi identificado e não mudou nada no rumo que já estavam as nossas averiguações, principalmente porque os outros suspeitos, identificados como o guarda municipal José Moreira Freires, o Zezinho, 40 anos, e Antônio Benitez Cristaldo, 37 anos, continuam sem falar nada. No interrogatório, eles permaneceram calados”, afirma o delegado Alberto Vieira Rossi, titular do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros).

Nesta semana a Polícia ainda aguarda respostas sobre o pedido da quebra de sigilo telefônico e decide sobre o destino dos suspeitos. “O Dr. Edilson dos Santos, titular da DEH (Delegacia Especializada em Repressão a Homicídios), sobre a prisão deles, que é de caráter temporário e está prestes a vencer. Vamos decidir se estendemos o prazo, para mais 30 dias ou até mesmo se vamos representar pela preventiva”, explica o delegado.

Com relação a detalhes das averiguações ou possíveis mandantes, o delegado diz que não pode falar porque o caso segue sob Segredo de Justiça.

O Campo Grande News também esteve no bairro onde residem a mãe e outros familiares do Rafael, porém ninguém quis falar sobre o assunto, nem mesmo os vizinhos.

No dia 5 de setembro, José e Antônio foram identificados como pistoleiro e comparsa na fuga, sendo indiciados pelo homicídio qualificado por emboscada, uso de arma de fogo e motivo fútil.

Desde o início das investigações, de acordo com a Polícia, denúncias anônimas apontavam para o trio, porém a força tarefa de delegados ainda contou com a quebra de sigilo telefônico, bancário e a identificação da moto para chegar até os responsáveis pelo crime.

O assassinato de Rafael, com requintes de crueldade, teve o objetivo de dificultar a identificação. Além disso, a execução pode ter o objetivo de ser "queima de arquivo", ou para "mandar um recado" para alguém, conforme disse a Polícia.

Nova fase - Com a prisão, a Polícia entra agora em uma 2ª fase da investigação, na intenção de descobrir a “possível recompensa dos envolvidos, bem como o que eles fizeram com o dinheiro ilícito e quem seria o mandante do crime.”



O fato do advogado Rene Siufi, ser o advogado dos acusados, revela que o mandante é rico e muito poderoso, o que limita o numero de suspeitos a um ou dois.O segredo de justiça, também só serve para amordaçar a imprensa, e facilitar a impunidade do chefão que determinou a execução, pois com o inquérito aberto, a imprensa poderia apontar algumas falhas que facilitam a impunidade, quando não direcionar a descoberta do mandante.Parece que não teremos o crime totalmente resolvido.
 
Cezar Sanntis em 17/09/2013 09:32:26
Como sempre afirmei e volto a afirmar. Ainda que a justiça dos homens não ocorra, a justiça divina não falha. É só questão de tempo.
 
Nadim Salles em 17/09/2013 09:25:03
LOGOS OS DOIS SUSPEITOS ESTÃO SOLTOS, E ESTARÃO NAS RUAS, LOGO O GRANDÃO PAGA A JUSTIÇA E TUDO ISSO ACABA NO ESQUECIMENTO.
 
FABIO TORRES em 17/09/2013 08:57:12
ESSE CRIME NÃO VAI DAR EM NADA, OS MANDANTES NUNCA VÃO SER PRESO, PORQUE TEM PEIXE MUITO GRANDE ATRÁS DE TUDO ISSO, LOGO ISSO ACABA NO ESQUECIMENTO..
 
FABIANO SANTOS em 17/09/2013 08:55:29
Pistoleiro profissional, morre de tortura mas não fala quem é o mandante,viram o caso da morte do vereador morto em pleno centro da cidade? Ainda mais com o advogado sendo financiado pelos mandantes. 90 dias é o tempo máximo de uma prisão sem sentença, a chamada prisão provisoria. Então, esses presos aguentam porque dr Siufi já lhes garantiu a liberdade p responder o inquérito. Quanto ao corpo achado morto e queimado o delegado logo concluiu que se trata do outro assassino. Eficiência? Foi encontrada uma mulher nua, morta e queimada e até agora não se sabe quem é. Vemos tudo isso como manobra maquiavélicas tipicas de quem pretende esconder a figura de um "grandão". Nada adianta falar. Veja os comentários lógicos feitos por leitores mais atentos entre os quais já até solucionaram o caso.
 
samuel gomes-sidrolandia em 17/09/2013 08:48:02
Existe um ditado que é curto e certo , NÃO EXISTE CRIME PERFEITO, EXISTE CRIME MAL INVESTIGADO. Acho que não é o caso por se tratar de um ex delegado, tenho certeza que é questão de honra da polícia desvendar o assassinato. Só que temos casos como , que me lembro no momento, caso ESCARAMUÇA, que no seu último programa na tv desceu a lenha nos políticos , no dia seguinte foi assassinado , CASO MOTEL,e outros que nunca foram elucidados. Por que? Com certeza são "tubarões " incomodados que encomendaram , pois tem certeza da impunidade. Deus ajude que esse do delegado seja elucidado.
 
helena da costa andrade em 16/09/2013 22:05:44
Olha campo grande news, fica em cima, pq só a imprensa talvez possa chegar ao mandante, e não esqueça ele era tb jornalista. Não vams deixar esse crime como o caso do motel
 
MARCOS PERALTA em 16/09/2013 19:54:09
Engraçado, no caso dos "bandidos" como foram chamados por muitos, mortos pelo policial durante assalto, tivemos vários comentários, e fácil falar de pessoas que não podem mais se defender. No caso do SAUDOSO e AMADO pelos que zelam pelo justo e correto professor Paulo Magalhães os leitores que gostam de usar termos agressivos contra criminosos de menor potencial econômico e influencia se calam. Gostaria, mas não consigo acreditar que chegaremos aos mandantes desse crime, o que me conforta e a certeza de que se ele (Prpfº Paulo) estivesse vivo faria tudo outra vez.
Porque seu maior medo não era o de morrer, e sim o de se sentir ou tornar covarde omisso.
Dizia ele “não se assustem quando lerem a noticias de que eu fui assassino, porque com certeza irão me matar” E mataram de forma covarde.
 
Maria Madalena Alves em 16/09/2013 18:13:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions