A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Junho de 2018

02/06/2009 17:31

Justiça custa caro, mas 82% dos processos estão parados

Redação

Levantamento do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), divulgado hoje, mostrou que a taxa de congestionamento na Justiça estadual de Mato Grosso do Sul é de 82%. Este é o 8º maior percentual do País e superior à média nacional de 79,6%. Contudo, o custo por habitante é de R$ 140,01, o 7º mais caro no ranking nacional.

No ano passado, 608,6 mil processos não foram julgados e estão parados na primeira instância, aguardando sentença. O percentual de congestionamento é quase quatro vezes superior aos 18,8% registrados no Piauí, o menor do País. O número de novos processos, 218,3 mil, supera em 46% as 148,6 mil sentenças registradas no ano passado.

A taxa de congestionamento é menor (31,4%) no Tribunal de Justiça e nos Juizados Especiais (27,4%). Em segunda instância, a taxa é inferior à média nacional de 42,5%. O maior percentual foi registrado no Ceará (89,8%) e o menor, no Rio de Janeiro (12,2%). Já nas varas especiais, a média no País é de 50,6%.

Os dados fazem parte do estudo denominado "Justiça em Números 2008

Apostadores de quatro estados são os mais novos milionários do país
Apostadores de quatro estados acertaram os seis números da sorte da Mega-Sena e são os mais novos milionários do Brasil. Os sortudos são de Salvador ...
MPE realiza processo seletivo para estagiários em 37 cidades neste domingo
O MPE (Ministério Público Estadual) aplica neste domingo (24) as provas do processo seletivo para estagiário em 37 cidades do Estado. As avaliações c...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions