A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/07/2010 12:43

Justiça paraguaia nega extradição de membro do PCC

Redação

O juiz paraguaio Tadeo Fernández negou a extradição ao Brasil do suposto líder do PCC (Primeiro Comando da Capital) de Pedro Juan Caballero, Carlos "Capillo" Antonio Caballero, preso em dezembro do ano passado.

Na ocasião, ele foi preso junto com o traficante brasileiro Jarvis Chimenes Pavão, um dos mais procurados na fronteira.

O pedido de extradição havia sido feito pelo juiz federal Augusto Martinez Perez, por supostos crimes de tráfico internacional de drogas e posse ilegal de explosivos e armas. O juiz alega que no dia 20 de setembro de 2007, Capillo enviou 430 quilos de cocaína, armas e munições, que foram apreendidas pela Polícia Federal em Pradópolis (SP).

De acordo com o jornal ABC Color, a justiça paraguaia argumentou que Capilo já responde por esses crimes e que o país é competente para julgar os delitos, que tiveram origem no Paraguai. Ele também é investigado por ter tomado parte no atentado contra o senador de Pedro Juan Caballero, Robert Acevedo.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions