A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

11/06/2008 14:40

Mãe e filha desaparecidas são localizadas em hotel

Redação

Lidjane Laura Montovani Martins Shimabukuro, de 29 anos, e a filha dela de três, foram localizadas em um hotel de Campo Grande, ainda nesta terça-feira. De acordo com a Polícia Civil, elas foram para o Hotel Brumado após Lidjane se sentir ameaçada por uma usuária de drogas.

As duas desapareceram na tarde de segunda-feira. Lidjane tinha saído de casa com o carro do pai Paulo Roberto Martins, 51 anos, para ir ao médico e depositar R$ 2 mil na conta dele. Martins disse ao Campo Grande News nesta manhã que até então só tinha tido contato com a filha através do telefone.

Após ter feito a consulta e depositado o dinheiro, Lidjane parou em uma farmácia localizada no cruzamento da Rua Rui Barbosa com a Avenida Afonso Pena e ao sair, foi abordada por uma usuária de entorpecentes conhecida como Adriana.

Lidjane, que já foi usuária de entorpecentes, contou à Polícia Civil que Adriana disse que ela lhe devia dinheiro e a ameaçou. A usuária entrou no carro de Lidjane e a obrigou a sacar dinheiro em um caixa eletrônico na Rua Maracaju.

Lidjane a entregou cerca de R$ 100. Adriana fez com que Lidjane a levasse ainda na Praça Ary Coelho e no bairro Tiradentes para comprar drogas.

Com medo das ameaças e de perseguição, Lidjane se hospedou no hotel. Ela disse que teve medo que Adriana fosse até a casa dela e fizesse algum mal aos seus familiares.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions