A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

14/05/2018 07:29

Maioria é a favor de cassação de CNPJ de empresa que usar trabalho escravo

Anahi Zurutuza
Maioria é a favor de cassação de CNPJ de empresa que usar trabalho escravo

Para 91% dos participantes da enquete desta semana, empresas que forem flagradas usando trabalho escravo devem ter o CNPJ cassado. Um projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados prevê essa punição.

Nesta semana, o Campo Grande News quer saber se você acha que a avenida Ernesto Geisel, em Campo Grande, deve ser rebatizada.

A divulgação de relatório da CIA (a agência de inteligência dos Estados Unidos) revelando que o ex-presidente Ernesto Geisel teve responsabilidade em cerca de 100 desaparecimentos de pessoas durante o regime militar reacendeu, em Campo Grande, debate envolvendo a proibição de que nomes de torturadores ou pessoas que tenham cometido atos de “lesa humanidade” e corrupção batizem logradouros públicos.

Na sexta-feira (11), o Comitê Memória, Verdade e Justiça de Mato Grosso do Sul enviou ofício ao prefeito Marquinhos Trad (PSD) pedindo o cumprimento da lei 5.820/2014, aprovada pela Câmara e sancionada por Alcides Bernal (Progressistas). 

O assunto está movimentando as redes sociais. 

A nova enquete já está no ar. Participe!



A Maioria Analfabeta funcional mal sabem o que é considerado trabalho escravo.
 
Roma em 14/05/2018 17:23:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions