A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

12/11/2011 18:41

Marinha acata decisão judicial e interrompe processo seletivo para temporários

Paula Maciulevicius

No início do mês, o MPF suspendeu pela 6ª vez em quatro anos, a incorporação de aprovados em seleção da Marinha

A Marinha de Corumbá acatou a decisão judicial e interrompeu o processo seletivo para temporários nas áreas industrial e de saúde. Em nota, o 6° Distrito Naval de Ladário afirmou que está recorrendo da decisão junto ao Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

No início do mês, o MPF (Ministério Público Federal) suspendeu pela 6ª vez em quatro anos, a incorporação de aprovados em seleção da Marinha em Corumbá, que deveriam ter sido chamados no último dia 31 de outubro.

Segundo o site Diário Online, em comum, todos os seis processos seletivos suspensos resumem-se a entrevista, inspeção de saúde e verificação de dados biográficos. Em relação a esta última etapa, os candidatos podem ser eliminados com base em análise de "idoneidade moral" e "bons antecedentes de conduta".

O que segundo o MPF, não compõe critério objetivo de avaliação e também não permite recurso. Nesta fase, os candidatos devem informar apenas dados pessoais, formação escolar, aspectos físicos e histórico de empregos, critérios "subjetivos, irrelevantes e superficiais", considerou o MPF.

O órgão pediu ainda que a Justiça impeça o Comando do 6º Distrito Naval da Marinha de continuar deflagrando novos processos seletivos de militares temporários com os mesmos critérios, sob pena de cominação de multa no valor de R$ 100 mil.

Em nota, a Marinha responde que a decisão liminar está sendo cumprida, estando o processo seletivo temporariamente interrompido. Ainda referente à decisão, o Distrito Naval informa que está apresentando, por meio da Advocacia Geral da União, o pedido de suspensão da mesma junto ao Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

A Marinha ainda esclarece que o processo seletivo é realizado a partir de um Aviso de Convocação, baseado em um sistema de análise curricular, mediante pontuação previamente estabelecida e critérios objetivos. Portanto, não deixa dúvidas quanto à lisura do processo, em nada subjetivo ou que macule a moralidade pública.

O órgão defende ainda que há previsão de recursos por parte dos candidatos nas três fases do processo seletivo.

MPF suspende pela 6ª vez processo seletivo de incorporação da Marinha em Corumbá
O órgão pede que a Justiça impeça a Marinha de realizar novos processos seletivos de temporários com os mesmos critériosO MPF (Ministério Público Fed...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions