A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/06/2009 16:42

Mortos na fronteira trabalhavam para prefeito cassado

Redação

Os dois brasileiros torturados e mortos no Paraguai trabalhavam para os irmãos, Darli e Rudi Paetzold, este último prefeito cassado de Coronel Sapucaia, cidade que fica a 394 quilômetros de Campo Grande.

Atanásio Paes, 39 anos, e Samuel Montana, 27 anos, trabalhavam como peões na fazenda dos irmãos.

De acordo com reportagem do jornal paraguaio ABC Color, os dois saíram da sede da fazenda no domingo e foram encontrados mortos nessa segunda-feira, perto da propriedade rural.

Conforme a reportagem, eles iriam fazer a segurança da fazenda e estavam armados com escopetas.

Eles foram encontrados nus e amarrados a árvores. Nos corpos havia sinais de torturas. Na cabeça deles, marca de tiros de escopeta.

Segundo reportagem do Dourados Agora, há suspeitas que os autores do crime sejam campesinos, como são chamados os sem-terra no Paraguai.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions