A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/08/2009 08:05

MP quer que acordo entre usinas e ANP seja investigado

Redação

O procurador da República Robalinho Cavalcanti afirmou, ontem, durante depoimento à CPI da Petrobras, que há indícios de irregularidades que justificam a abertura de uma investigação sobre o pagamento de indenizações a usineiros pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Conforme o jornal O Globo, há suspeita da prática de tráfico de influência e advocacia administrativa com o objetivo de beneficiar produtores de etanol - interessados em receber o subsídio criado pelo governo por meio da Conta Petróleo para incentivar a produção de etanol.

"Há elementos sobejamente suficientes para que seja necessária uma investigação", destacou Cavalcanti aos integrantes da comissão, acrescentando que o processo está nas mãos da Procuradoria-Geral da República porque o deputado José Mentor (PT-SP) pode estar envolvido no caso.

Na ocasião, seus colegas de partido saíram em sua defesa. "Todos os parlamentares defendem seus Estados... Não podemos adotar uma postura hipócrita", destacou o senador Delcídio Amaral (PT).

O presidente da ANP, Haroldo Lima, também presente à sessão, negou que haja irregularidades. Ele argumentou que o acordo de pagamento aos usineiros foi acompanhado pela Justiça.

Lima disse ainda que a ANP pagou 178 milhões de reais aos usineiros, menos do que os 216 milhões de reais pedidos inicialmente pelos produtores de etanol.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions