A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

29/08/2017 07:49

Operação da PF contra tráfico no RS tem 4 mandados de prisão na fronteira

Calcula-se que o lucro obtido a cada carga de cocaína chegue a meio milhão de reais

Aline dos Santos

Com quatro mandados de prisão em Ponta Porã, a PF (Polícia Federal) do Rio Grande do Sul faz nesta terça-feira (dia 29) a operação Coroa. O alvo é uma quadrilha responsável por distribuir drogas no RS e Mato Grosso do Sul. Em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, também serão cumpridos cinco mandados de busca e apreensão.

A ação ainda cumpre mandados em Caxias do Sul (RS) e Assunção (Paraguai). Foram bloqueadas contas bancárias de seis investigados e apreendidos 13 veículos, entre automóveis e caminhões.

A Polícia Federal identificou que a organização criminosa adquiria cocaína diretamente de um traficante brasileiro que está preso no Paraguai . A droga ingressava no Brasil por Ponta Porã para ser comercializada na Serra Gaúcha.

O narcotraficante já foi alvo de quatro operações da Polícia Federal (Matriz, Panóptico, Suçuarana e Argus) e contabiliza três processos para sua extradição.

Durante as investigações, iniciadas em março, foram apreendidas mais de 4,6 toneladas de drogas (cocaína e maconha) em ações nas cidades de Veranópolis( RS), Maringá (PR) e Campo Grande (MS).

Dois caminhões e um automóvel utilizados no transporte também foram apreendidos e três homens presos em flagrante.

Calcula-se que o lucro obtido a cada carga de cocaína chegue a meio milhão de reais, o que possibilitava uma vida de ostentação a um dos líderes do grupo. Conforme a Polícia Federal, a ação tenta diminuir a violência na fronteira Brasil-Paraguai, fruto da disputa entre facções pelo controle do tráfico de drogas.

O nome Coroa é porque um dos investigados demonstra admiração por esse objeto, expressada através de tatuagens e imagens.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions