A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/09/2013 13:06

Polícia conclui inquérito sobre morte de delegado e apresenta pistoleiros

Graziela Rezende

A Polícia Civil realiza amanhã, às 10h, uma entrevista coletiva na sede do Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros), para falar sobre as investigações da morte do delegado Paulo Magalhães Araújo, 57 anos. O crime ocorreu no dia 25 de junho, no bairro Jardim dos Estados, em Campo Grande.

Na ocasião, os delegados Alberto Vieira Rossi, titular do Garras e Edilson dos Santos, titular da DEH (Delegacia Especializada de Homicídios), prometerem repassar detalhes das investigações e ainda apresentar acusados de envolvimento no crime que já estão presos.

Ao Campo Grande News, o diretor geral da Polícia Civil, Jorge Razanauskas, já havia antecipado que os investigadores aguardavam apenas a coleta de algumas provas para finalizar as investigações. Até o momento, são três suspeitos, sendo o guarda municipal José Moreira Freires, possível pistoleiro, Antonio Benites Cristaldo, e Rafael Leonardo dos Santos. Apenas o último continua foragido e os dois primeiros negam participação.

Crime - Paulo aguardava em frente a escola da filha, quando foi atingido por seis disparos de pistola 9 milímetros, de uso restrito do Exército.

O Garras fica na avenida Ministro João Arinos, no bairro Flamboyant, em Campo Grande.



Achou, mas matou porque, qual o motivo que levou o guarda Municipal a matar delegado
vi estes dias que o guarda municipal recebeu 600.000 quem pagou
 
etna davalo em 04/09/2013 18:47:43
PARABÉNS PARA POLÍCIA CIVIL E QUE SEJAM MAIS VALORIZADO PELA SOCIEDADE E PRINCIPALMENTE PELO GOVERNO,POIS PROFISSIONAL VALORIZADO É PROFISSIONAL BEM REMUNERADO.PAREM DE ENCHER O LEGISLATIVO DE VERBA PARA USO NENHUM E ACREDITE NA SAÚDE EDUCAÇÃO E SEGURANÇA ESSE SIM É O POVO,POIS SE CONGRESSO CÂMARA ACABAREM NÃO FAZ FALTA, E A POLÍCIA? POVO PENSE NISSO.
 
luiz carlos santos messias em 04/09/2013 16:05:24
Não adianta os executores do crime vir dizer que tinha uma rixa antiga com o delegado morto que aí não vai colar como não cola onde esse guarda municipal arrumou tanto dinheiro pros honorários advocatícios. Quem tá financiando esses gastos com advogado?A quem interessa gastar tanto pra mante-los calado? Queremos nome dos mandantes, dos financiadores? Vê lá,hein?
 
samuel gomes-sidrolandia em 04/09/2013 15:05:00
Só falta os delegados apresentarem só o executores!
Eu quero saber do mandante, que dever estar por aí dando risada.
Porque pela envergadura do advogado dos pistoleiros, dá para medir o tamanho do mandante!
Só cego que não quer ver.
 
Elviria Santos Ferreira em 04/09/2013 14:51:06
creio que o inquérito não foi concluído ainda, a única coisa que a sociedade quer saber é quem foram os mandantes que pagaram 600 mil para execução do crime, grato
 
Roberto Amaro em 04/09/2013 14:33:33
De tudo isso só quero ouvir o nome do MANDANTE....quem pagou os R$ 600 Mil ???? Caso contrário, não vou acreditar em mais nada.
 
Marilda Ramos em 04/09/2013 13:53:03
Parabéns. Agora só ficará faltando dizer quem são os mandantes!!!. Essa a sociedade faz questão de saber. Vamos acreditar na competência da nossa Grandiosa Policia.
 
João Carlos em 04/09/2013 13:24:19
...a população quer saber QUEM FOI O MANDANTE DO CRIME????????????
 
Ester Menacho em 04/09/2013 13:11:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions