A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

24/05/2011 11:13

Programa quer qualificar empresas e melhorar parada de turista em MS

Fabiano Arruda e Italo Milhomem

O Programa Parada Legal, executado em parceria do Ministério do Turismo e Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, lançado hoje em Campo Grande, prevê a qualificação de empresas que ficam em rodovias que ligam locais de destino dos turistas no Estado, como Bonito e Corumbá.

Na prática, o projeto quer melhorar a situação dos estabelecimentos. Os pontos comerciais que participarem do programa e receberem avaliações positivas ganharão selo de qualidade turística.

Segundo a diretora-presidente da Fundação de Turismo, Nilde Brun, estudo preliminar levantado pela pasta identificou cerca de 50 empresas nestas rodovias, entre bares, restaurantes e similares. Dos estabelecimentos visitados até agora 95% aderiram ao “Parada Legal”, informa Brun.

“O estudo vai identificar empresa por empresa para avaliar questões como gestão, manipulação de alimentos e estrutura física”, explicou. Conforme ela, o empresário que quiser fazer reformas poderá ter apoio de arquitetos, exclusivos do projeto.

Outro dado que consta no estudo feito pela Fundação indica que a maioria destes empreendimentos são familiares e por isso carecem de qualificação, justamente pela falta de opção por cursos ou projetos que ofereçam melhorias para os empreendimentos.

O Parada legal terá um ano como prazo de implantação em Mato Grosso do Sul. Após o período, a Fundação de Turismo fará avaliações e decidirá se o projeto será ampliado a outros pólos turísticos, além de serem discutidas possíveis modificações.

Para o governador André Puccinelli (PMDB), o programa é um mecanismo da indústria para mostrar o turismo de Mato Grosso do Sul para o mundo. “Se podemos ter um estabelecimento bom porque teremos ruim. O mundo globalizado obriga a qualificação”, disse.

Programa - Durante o lançamento foi divulgado um vídeo, em desenho animado, que mostra a situação vivida pelo turista. A cena mostra o cidadão chegando num restaurante localizado na estrada. Lá, a animação retrata condições precárias, abordadas com humor, como restaurante e banheiros sujos. O atendente do estabelecimento aparece com o avental sujo.

Em seguida, a cena que aparece é um ônibus do projeto, que passa pelos pontos comerciais e deixa tudo limpo e organizado.

O projeto tem parceiros como Caixa Econômica e o Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Automotivos, Lubrificantes e Lojas de Conveniência do Estado de Mato Grosso do Sul), que oferecerão linhas de crédito e apoio aos empreendimentos, expandindo assim o programa a outros municípios.

Ainda conforme informações da Fundação de Turismo serão promovidos: diagnósticos acerca da necessidade de qualificação nos pontos de parada nas rodovias federais e estaduais de Mato Grosso do Sul, com a utilização de questionários; seminários de sensibilização aos empresários, trabalhadores desses pontos e comunidade local, objetivando a apresentação do projeto, a otimização das ações e um maior engajamento dos colaboradores.

Os trabalhos serão desenvolvidos por profissionais especializados, através de uma equipe técnica: nutricionista, engenheiro ambiental, administrador/economista e turismólogo.

Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
Curso de instrutor de trânsito do Detran oferece 50 vagas na Capital
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) está com inscrições abertas para o curso de Formação de Instrutor de Trânsito e...


A medida é excelente mas já poderiamos ter um acesso ao estado há mais tempo. Imagine chegar em Três Lagoas com um centro de informações turisticas na entrada com banheiros limpos, ar condicionado, pessoas simpáticas informando com mapas e revistas com promoções de pontos turisticos no estado e pegar uma rodovia com duas pistas segura e confortável para ver a beleza do nosso estado. Mas antes tarde do que nunca, sendo assim, parabens pela atitude e vamos fazer mais pelo nosso estado transformando de fundo de quintal para vitrine. Nos podemos e merecemos mais.
 
Renato Andreotti em 25/05/2011 02:40:01
muito bom. que DEUS de sabedoria a toda essa equipe que esta se dedicando a este projeto. e fundamental para o nosso estado ,e para todos que nos visita.EU e minha familia se deslocamos daqui de campo grande ate um patrimonio chamado SALOBRA
que fica depois da cidade de MIRANDA com destino a corumba para almoçar em um restaurante CHAMADO D'FRATELLI pelo atendimento e a variedades de peixes que ali e servido .o que ja esta bom creio que com esse incentivo ficara melhor ainda .
 
amarildo de oliveira em 24/05/2011 11:17:46
Artigo comenta mehoria na parte fisica e higienica em restaurantes, menciona alguns profissionais, mas, não constatei o nome da Vigilancia Sanitária, não é esse o órgão competente para esse tipo de assunto?
 
Pedro Malazarte em 24/05/2011 10:04:10
Com esse programa, todos ganhanham, turista, comunidade local , o estado de MS.parabens aos idealizadores desse projeto
 
IVONE PEREIRA DOS SANTOS em 24/05/2011 04:07:39
É muito importante esta iniciativa, pois viajo duas semana por mês dentro do estado e sei que tem lugares q não da vontade de parar.
 
sales filho em 24/05/2011 03:20:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions