A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018

11/06/2008 11:14

Projeto quer acabar com limite de distância entre usinas

Redação

Projeto proposto pelo líder do governo na Assembléia Legislativa, Youssif Domingos (PMDB), prevê o fim da distância mínima entre as usinas de produção de açúcar e álcool em Mato Grosso do Sul.

O objetivo da alteração na legislação atual, que permite apenas a instalação de um estabelecimento a pelo menos 25 quilômetros de outro, é ampliar a produção de álcool e atender as exigências para a construção do alcooduto entre Mato Grosso do Sul e o Porto de Paranaguá, no Paraná. A obra foi considerada inviável economicamente.

Conforme antecipou o Campo Grande News, para que o projeto de implantação do alcoolduto, Mato Grosso do Sul precisa elevar sua produção de álcool em 78% e atingir 2,5 milhões de metros cúbicos.

Youssif Domingos afirma que antes de propor o projeto já esteve em negociação com o governo estadual, favorável ao texto do projeto. Outros deputados, entre eles, o presidente da Casa, deputado Jerson Domingos (PMDB), professor Rinaldo (PSDB), Coronel Ivan (sem partido) e Ari Artuzi (PDT) também subscreveram o projeto.

Conforme Youssif Domingos, a lei atual tornou-se um problema para o Estado elevar em 80% a produção de álcool.

O deputado estadual Paulo Duarte (PT) afirma que a bancada de oposição irá analisar a proposta.

Sanção - No ano passado, quando foi aprovada pelo Legislativo, um dos principais pontos de divergência foi, justamente, a distância estabelecida na Lei em vigor. A preocupação é com os impactos ambientais, sociais e econômicos com a proliferação de usinas no Estado.

No entanto, Youssif Domingos assegura que caso o projeto seja aprovado, não haverá problemas ambientais já que, na avaliação dele, a distância mínima foi estipulada com objetivo de descentralizar o desenvolvimento das regiões.

No ano passado, o governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), sancionou a Lei Nº 3.404, que disciplina a implantação de usinas de álcool e açúcar no Estado. A distância mínima entre as usinas foi colocada comouma das condições para aprovação da proposta.

Na ocasião, o setor produtivo reclamou que a lei limitaria a concorrência e poderia prejudicar o preço pago pela cana e pelo arrendamento de terras ao produtos. Pela legislação, somente são contemplados com benefícios relativos ao ICMS, os empreendimentos que repeitarem o distanciamento.

Motoristas envolvidos em contrabando terão habilitação cassada
O motorista que for condenado por dirigir veículo usado para receptação, descaminho ou contrabando de mercadorias terá sua carteira de habilitação ca...
STF decide que Ministério Público pode cobrar multas de ações penais
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (13) que o Ministério Público tem competência para ajuizar ações de cobrança de multas definidas em con...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions