A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Junho de 2018

10/08/2009 22:11

Proliferação de pombos preocupa moradores do Flamingos

Redação

Há tempos, os moradores do Residencial Flamingos, em Campo Grande, estão preocupados com a proliferação de pombos no local, que hoje conta com 44 blocos e 704 apartamentos. Possível contaminação de crianças e adultos pelas fezes dessas aves tem amedrontado os condôminos.

Conforme a síndica Eunice Melgarejo Vieira, o problema foi repassado ao CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), que até o momento não tomou providência alguma, de acordo com ela. A síndica conta que tem recebido diversas reclamações dos moradores, principalmente do terceiro e último andares, onde as aves costumam ficar alojadas nas telhas e lajes dos apartamentos.

Uma moradora do local diz que as fezes dos pombos caem da laje diretamente nos globos de iluminação, através de aberturas nas instalações elétricas do teto. Já outra explica que teme pela saúde do filho de 4 anos.

Doenças - Algumas das doenças mais comuns, transmitidas pelos pombos, são a salmonelose, histoplasmose, toxicoplasmose, ornitose e alergias de modo geral. A recente descoberta e divulgação científica de que as fezes desses pássaros podem provocar lesões gravíssimas ao cérebro das pessoas, provocou uma preocupação ainda maior dos moradores do Flamingos.

Muitos condôminos dizem que as fezes dos pombos caem todos os dias nas muretas das janelas e se não houver higienização diária, elas podem entrar nos apartamentos com a ajuda de ventos, prejudicando a saúde dos populares, principalmente das crianças.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions