A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Junho de 2019

24/04/2017 10:55

Roubo de R$ 120 milhões no Paraguai coloca polícia da fronteira em alerta

Priscilla Peres
Imagens mostram empresa destruída após assalto.
(Foto: Mariana Ladaga/ABC Color)Imagens mostram empresa destruída após assalto. (Foto: Mariana Ladaga/ABC Color)
Veículos foram incendiados para despistar polícia.  (Foto: Mariana Ladaga/ABC Color)Veículos foram incendiados para despistar polícia. (Foto: Mariana Ladaga/ABC Color)

O assalto a uma transportadora de valores em Ciudad del Este, no Paraguai, colocou a polícia de Mato Grosso do Sul em alerta nesta manhã (24). Cerca de 40 pessoas estão envolvidas no roubo dos 40 milhões de dólares o equivalente a R$ 120 milhões e segundo as autoridades paraguaias, os bandidos são brasileiros.

O ministro do interior do Paraguai, Lorenzo Lezcano, disse nessa manhã ao jornal paraguaio ABC Color, que os bandidos conversavam em português e estavam com armas de grosso calibre, como fuzis e granadas. Ao menos oito dinamites foram detonadas dentro da empresa Prosegur.

Diante do anúncio, a polícia brasileira começa a se mobilizar na busca pelos bandidos e no reforço da fronteira. De acordo com o secretário estadual de Segurança Pública, José Carlos Barbosa, neste momento toda a polícia está em alerta e deve auxiliar nas buscas

"Temos trabalhado em integração com a polícia paraguaia e boliviana e em um momento como este, todos ficam em alerta, até porque bandido não conhece fronteira", disse o secretário ao ressaltar que a atuação será feita pela polícia civil e o setor de inteligência.

De acordo com o ABC Color, 15 veículos foram incendiados durante o assalto, como forma de despistar a polícia, entre eles um caminhão de grande porte na estrada de ligação com o Brasil.

Outra tática usada em assaltos do tipo encontrada no local, são espinhos de metal distribuídos pelas ruas próximas para furar o pneu de veículos que se aproximam. Ainda não há suspeitos do crime, mas evidências apontam para uma quadrilha grande e com bastante poder de atuação.

Devido a repercussão do assalto, considerado o maior do Paraguai, Ministério da Educação suspendeu as aulas na Cidade do Leste e na cidade vizinha Hernandarias. O governo federal do país vizinho autorizou o uso das forças armadas em auxílio ao policiamento nesta segunda-feira nas áreas atingidas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions