A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/11/2010 10:32

SED propõe calendário escolar único para ano letivo 2011

Redação

A Secretaria de Estado de Educação vai discutir com os prefeitos do interior a adoção de um calendário escolar único para o ano letivo 2011. Em Campo Grande, graças a um termo de compromisso assinado pelas escolas públicas (do Município e do Estado) e particulares, as aulas começarão no dia 7 de fevereiro. A integração das redes municipal, estadual e particular já acontece há três anos na capital e visa unificar as atividades dos professores que dão aula em mais de uma escola, racionalizar a utilização dos ônibus escolares, além de facilitar a entrega do passe para o estudante.

A proposta foi apresentada nesta terça-feira durante reunião da Undime (União dos Dirigentes Municipais de Educação) na sede da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul). O encontro, o último do ano, trouxe à capital cerca de 70 secretários municipais de Educação que estarão reunidos durante todo o dia par fazer uma avaliação das atividades durante o ano e também para discutir as ações do próximo ano. De acordo com a presidente da Undime, a secretária Municipal de Educação de Campo Grande, Maria Cecília Amêndola, caberá à Secretaria Estadual de Educação negociar diretamente com os prefeitos. "Os secretários de Educação levarão aos prefeitos essa proposta", disse a secretária.

A secretária Estadual de Educação, Nilene Badeca, que compareceu ao encontro ao lado do prefeito Nelsinho Trad (PMDB), disse que a unificação do calendário será importante principalmente na questão do transporte escolar que funciona mediante um convênio entre estado e municípios. "Precisamos estar bem acordados nessa data para que todos atendam no mesmo período, porque não podemos deixar que alunos da rede estadual fiquem sem transporte caso as datas do calendário sejam diferentes", argumentou. Outro ponto destacado pela secretária diz respeito aos sábados letivos. Mesmo que as aulas no interior também comecem no dia 7 de fevereiro, serão necessários quatro sábados letivos para cumprir o calendário. "Começando depois do dia 7, serão mais sábados letivos que os alunos terão que se deslocar para as escolas", afirmou. A proposta também foi defendida pelo diretor da Assomasul Sebastião Nunes da Silva.

O prefeito Nelsinho Trad (PMDB) enfatizou que a reunião é uma oportunidade para a troca de experiências entre os secretários. "A prefeitura de Campo Grande sempre foi parceira dos secretários de Educação de outros municípios. Vamos aproveitar para mostrar os avanços que tivemos nessa área", afirmou. Uma das experiências que será repassada é a de disponibilizar um computador para cada aluno. A iniciativa foi implementada em 2008 com a inauguração da escola de tempo integral e foi implantada pelo governo federal, sendo expandida para alguns municípios do Estado. "Já temos a dinâmica do funcionamento e estamos prontos para repassar esta experiência para outros municípios", concluiu.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions