A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/05/2011 08:45

Sejusp assina contrato para aquisição de helicóptero de R$ 6,6 milhões

Marta Ferreira

A Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul) assinou o contrato com a Helibras, fabricante de helicópteros nacional, para o fornecimento de um aparelho, ao custo de R$ 6,6 milhões.

O resultado da licitação saiu em fevereiro, a homologação pelo secretário de Justiça, Wantuir Jacini, foi publicada em abril, e agora foi concretizada a negociação.

O extrato do contrato informa que o contrato foi assinado no dia 29 de abril, com validade até 23 de dezembro.

A Sejusp não tem previsão de quando o helicóptero estará na ativa, uma vez que só poderá voar se tiver seguro, condição obrigatória segundo as regras da Anac (Agência Nacional de Aviação. A aeronave deverá ser usadas em ações repressivas e de prevenção na área de segurança.

Uma nova licitação será feita com esse fim. Além disso, segundo as informações da Sejusp, vai ser licitada também a contratação de serviços de manutenção do aparelho, outra obrigatoriedade.

De onde vem o dinheiro-A compra do helicóptero foi anunciada em 2009, quando foi firmado convênio entre o Estado e o Governo Federal com este fim. À época,foi informado que seriam liberados até R$ 8 milhões, mas, conforme a Secretaria, como o preço do aparelho foi menor, será liberado o valor da compra, de R$ 6,6 milhões. A contrapartida do Estado será de 1% deste montante.

O dinheiro para o seguro e a manutenção virá dos cofres do Estado.

Vai ser o segundo helicóptero à disposição da CGPA (Coordenadoria-Geral de Patrulhametno Aéreo) e deverá ser usado em missões da Defesa Civil, entre elas salvamento e resgate, e em ações de segurança.

O outro helicóptero, em poder do Governo de Mato Grosso do Sul desde 2007, é

o que foi sequestrado judicialmente do traficante colombiano Juan Carlos Abadia.

O aparelho, embora tenha vindo para Mato Grosso do Sul em outubro de 2007 só pôde ser utilizado mais de seis meses depois justamente por causa da contratação do seguro, que demorou. O valor do contrato com a Mapfre Seguradora ficou em R$ 245 mil.



Enquanto isso em Coxim os pacientes são carregados em uma carroceria de caminhonete, e o tal "Caveirão" do CigCoe, qdo será utilizado? Pela cidade vemos muitas viaturas operacionais sendo usadas de forma particular. E as novas viaturas da Ciptran, aposto que vão continuar demorando da mesma forma como antes para atender as ocorrências.
 
lucas figueiredo em 17/05/2011 12:11:42
Excelente iniciativa. A julgar pelo valor, deve ser uma aeronave adequada e equipada com os equipamentos necessários (câmeras de visão noturna, computadores integrados à polícia, etc). Se bem utilizado, será uma ferramenta importante no combate à criminalidade!
 
Luiz Pereira em 17/05/2011 11:45:56
Excelente iniciativa do governo do Estado. Nossa cidade enfrenta problemas de criminalidade onde o uso deste tipo de aeronave será indispensável para o combate ao crime, tais como roubos, sequestros, etc. Parabéns pela iniciativa e que a burocracia não impeça a rápida implantação desta medida.
 
jorge luiz de souza moraes em 17/05/2011 10:24:49
esqueceram de dizer que vai servir também para politicos darem uma voltinha pelo estado
 
paulo de sá em 17/05/2011 09:41:40
finalmente se inicia uma evolucao na Seguranca Publica que certamente representara o apoio necessario para equipes de solo obterem maior e efetiva solucao a ocorrencias policias, alem da contribuicao na area de defesa civil e social,,, parabens pelo investimento, entretanto nao nos esquecamos da qualificacao aos nossos recursos humanos.
 
katiane almeida CAP PM em 17/05/2011 01:33:30
OS GOVERNOS DOS ESTADOS BRASILEIROS, DEVERIAM INVESTIR O MÁXIMO EM HELICÓPTEROS, POIS É UM VEÍCULO, RÁPÍDO, EIFICIENTE, TANTO NO COMBATE AOS FORAS DA LEI, QUANTO AO SOCORRO, CRUZAM EM PEQUENOS ESPAÇOS DE TEMPO EM SISTEMA DE ATALHOS, E ISSO CONSEGUE ATINGIR ALVOS FÁCEIS, PARABENS AO GOVERNO DO ESTADO, AUTORIZAR A SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA ADQUIRIR, GOSTARIAS DE VER ADQUIRINDO MUITO MAIS, UM SÓ É POUQUÍSSIMO, PRECISA DE NO MÍNIMO PARA AMEDRONTAR OS FORAS DA LEI, E PROTEGER A SOCIEDADE UMAS CEM UNIDADES, POIS AS NOSSAS FRONTEIRAS, SÃO EXTENSAS, E POR VEÍCULOS TERRESTRES, NÃO INTIMIDA NADA, É POUCO PARA O QUE A SOCIEDADE PRECISA, E PARA QUE OS SERVIDORES POLICIAIS SEJAM EXIGIDOS.
 
PEDRO BRAGA em 17/05/2011 01:18:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions