A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

23/07/2010 15:00

Semadur comprova despejo de esgoto no córrego Sóter

Redação

Técnicos da empresa concessionária de esgoto Águas Guariroba e fiscal da Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e desenvolvimento Urbano) da prefeitura estiveram hoje no córrego Sóter, para verificar se condomínios instalados ao longo da Avenida Via Parque, no trecho após a Avenida Mato Grosso, despejam esgoto diretamente no leito, na região Norte de Campo Grande.

De acordo com a Semadur, na região apenas 20% das construções realizaram a ligação com a rede de tratamento de esgoto, mas alguns condomínios possuem estações particulares de tratamento e o material é despejado no córrego, conforme permite a legislação ambiental.

"No entanto, a Semadur disse que irá notificar os condomínios que estiverem despejando o esgoto diretamente. O que não podemos tolerar é que a pessoa invista em uma região nobre, despeje esgoto e torne o local impraticável, com mau cheiro, afastando quem poderia aproveitar o local, mas não vem por conta do fedor", destaca Jânio de Macedo, membro do Conselho Municipal do Meio Ambiente.

Como informou o Campo Grande News na semana passada, o condomínio Portal Itayara, que possui estação própria de tratamento de esgoto, está sem licença ambiental. Já o Tropical Park I e II estão com as licenças a vencer em 2011 e 2012.

O prazo para que o Itayara resolva a questão vence em outubro, mas o Conselho do Meio Ambiente contesta o prazo da Semadur e acham o tempo muito longo. "Dão 8 meses para eles corrigirem o problema, enquanto isso o mau cheiro continua e a situação permanece incomodando moradores e quem passa pela Via Parque", comenta Haroldo Borralho, que também integra o conselho.

Até a próxima terça-feira o Conselho irá esperar para que a Prefeitura se pronuncie quanto à notificação dos condomínios. A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), por meio de sua Comissão de Meio Ambiente, pode ingressar com representação junto ao Ministério Público para impetrar Ação Civil Pública contra os condomínios.

Aplicativo enviará à CGU denúncias de agressão e discriminação a pessoas LGBTI+
O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União recebe, a partir de hoje (18), denúncias feitas pelo aplicativo TODXS, relativas à discr...
TSE: regras eleitorais deixam dúvidas sobre fake news e autofinanciamento
O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (18), por unanimidade, as 10 resoluções que irão regular as eleições de 2018, mas ainda ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions