A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/06/2011 11:58

STJ cancela decisão que retira caráter hediondo do crime de tráfico

Aline dos Santos

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) cancelou decisão da justiça de Mato Grosso do Sul que retirou o caráter hediondo do crime de tráfico de drogas. Em decisão monocrática, o ministro Jorge Mussi aceitou o recurso do MPE (Ministério Público Estadual).

Heitor Paredes foi condenado a pena de quatro anos e seis meses em regime fechado por tráfico de drogas, em Dourados. Durante mutirão carcerário, a Defensoria Pública requereu o afastamento da hediondez do tráfico “privilegiado” e, consequentemente, a retificação do cálculo da pena a fim de se estabelecer o patamar de 1/6 para progressão de regime e 1/3 para concessão do livramento condicional.

O pedido foi aceito pela justiça em primeiro grau. O Ministério Público recorreu ao TJ/MS (Tribunal de Justiça) e requereu a reforma da decisão que concedeu a liberdade condicional, a fim de que esse benefício só seja concedido após o cumprimento de 2/5 da pena.

O TJ/MS manteve a decisão que retirou o caráter hediondo do crime. Contudo, MPE recorreu ao STJ e obteve o cancelamento da decisão.

Admitido recurso contra decisões que não consideraram tráfico crime hediondo
O vice-presidente do TJ/MS (Tribunal de Justiça), desembargador Hildebrando Coelho Neto, admitiu seguimento ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) de ...
MPE entra com recurso contra TJ para que tráfico volte a ser crime hediondo
O Ministério Público Estadual entrou com recurso no Superior Tribunal de Justiça contra decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, que des...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions