A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

28/09/2010 17:28

TCE/MS considera irregulares contratações em Dourados

Redação

O Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (TCE/MS) considerou irregulares 11 de 24 processos de admissão de pessoal realizados pela prefeitura de Dourados em 2009. As multas aplicadas nos processos irregulares somam um total de 2.000 UFERMS.

Entre os processos considerados irregulares pelo Tribunal de Contas dois foram considerados irregulares pelo não registro de 19 contratações de servidores e pela não prorrogação de 15 contratos.

De acordo com o conselheiro José Ancelmo dos Santos, a prefeitura postergou por muito tempo a realização de concursos para preenchimento de cargos públicos na área de saúde. "O que se vê é a exceção perpetuar-se como regra, em contumaz ofensa aos preceitos constitucionais (...) Assim sendo, entendo que as contratações não merecem registro".

Além da recomendação em realizar concursos públicos, a atual diretora da Fundação Municipal de Saúde e Administração Hospitalar de Dourados, Marlise Florêncio de Miranda, recebeu multa de 200 UFERMS por contratação sem previsão legal. O prazo para recolhimento da multa é de 60 dias.

No processo referente à prorrogação de contrato temporário entre a Prefeitura e a servidora Vanessa Micuinha Lezo para o cargo de enfermeira entre novembro de 2009 a fevereiro de 2010 o conselheiro José Ancelmo votou pelo não registro da contratação, por não comprovar o excepcional interesse público. A secretario de Saúde Mario Eduardo Rocha terá que pagar multa de 50 UFERMS também por contratar sem previsão legal.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions