A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/06/2008 16:15

TJ devolve cargo a delegado acusado de irregularidades

Redação

Decisão do desembargador Josué de Oliveira determinou hoje a recondução ao cargo do delegado Roberto Queiroz Coelho, que havia sido afastado no dia 5 de junho, após ser condenado, em primeira instância, por improbridade administrativa e enriquecimento ilícito. A sentença também determinava a indisponibilidade dos bens do policial e a perda de R$ 450 mil em valores que teriam sido acumulados de forma irregular.

A defesa entrou com recurso no Tribunal de Justiça e hoje o desembargador concedeu o efeito suspensivo à decisão. O advogado que representa o delegado, André Borges Netto, informou que o governo ainda não foi notificado da decisão, para que o delegado possa voltar à ativa.

A acusação contra o delegado aponta 16 atos irregulares cometidas por ele, que vão de apropriação de bens de vítimas de crime, uso de documentos falsos, prestação de informações falsas sobre patrimônio e até o prejuízo a investigação de crimes por não adotar as providências necessárias.

Na peça de acusação, o MPE afirma que o delegado chegou a prestar serviços para Hyran Georges Delgado Garcette, acusado de ser um dos chefes da máfia do cigarro contrabandeado em Mato Grosso do Sul. A defesa nega todas as denúncias e diz que não há qualquer prova.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions