A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


14/09/2018 12:21

11 de setembro é "ignorado"

Reinaldo Rosa

PAUTA LIXO – Imprensa mundial dá sinais de que até as importantes notícias (e/ou fatos) o
tempo se responsabiliza por mandá-las para a "cesta seção", o lixo. Grandes redes de TV e emissoras de rádios espalhados pelo mundo quase arquivaram a pauta sobre o fatídico 11 de setembro de 2001.

FOI ASSIM – Faltam analistas independentes no radiojornalismo de Mato Grosso do Sul;
retransmissoras de TV seguem o mesmo caminho. Emissoras noticiaram a quarta-feira de
cinzas do governador Reinaldo Azambuja de forma dialética. Pouco foi acrescentado às
imagens de TV ou ao release distribuído pela PF.

OUTRO LADO – Coube à CBN-Campo Grande abrir espaço para analista expor alguns detalhes a
mais, segundo visão pessoal do convidado.

FOI BEM – Independentemente da falta de maiores detalhes, imprensa escrita, falada e
televisada locais fizeram boa cobertura do fatídico fato. Atento telespectador afirma que o fio
do novelo puxado está apenas no início.

DEU ÁGUA – Propalada volta de grade esportiva na telinha da TV Interativa mudou de roteiro.
Conhecidos –e competentes- radialistas do setor não fecharam com a emissora. Confuso
comentário de Neto, no programa que comanda na Band, deu a entender que jornalistas (não
identificados) é que, na realidade, comandarão o programa. Aguardar pra ver.

CAIXINHA OBRIGADO – Empresários (?) da comunicação local fazem o que bem entendem com
suas concessões conseguidas, sabe-se lá como, junto ao Ministério das Comunicações.
Sublocada a um segmento evangélico, emissora tem programação toda feita em São Paulo
–com endereços paulistas de vasta carteira de anunciantes-.

EMPREGO E RENDA – O dono da rádio fica com os valores referentes ao alugue; economizam
diante do pequeno número de funcionários e a geração de impostos local é traço. Jesus na
causa.

FIM DE LINHA - Genro de Edir Macedo, Bispo (mais um) Renato Cardoso pôs fim ao ‘Fala que
eu te escuto’ –há 20 anos no ar-. O moço entrou no ar comandando nova atração e, sem
maiores explicações, deitou falação sobre ser –ou não- “Você está pagando pelas más
escolhas”. E ponto final.

MEU VOTO - Voto em Ciro. De Oliveira nesta e em outras manhãs de domingos.

O eterno reino do futebol nacional na tevê local
FLA-FLU - O esporte em Mato Grosso do Sul coloca-se em lugar deprimente na tábua de classificação na mídia -televisiva e radiofônica- local. Raros es...
Emissoras de rádio nacional buscam público local
CBN/RÁDIO GLOBO – Grifes de rádios nacionais estacionadas em Campo Grande tentando conquistar dois paralelos de ouvintes; interessados em notícias e/...
Jornalismo local tem "faz tudo' no ar
ESCANTEIO E CABECEIO – Apresentador do jornal da TV Interativa faz de tudo um pouco; anuncia “a próxima reportagem” que ele mesmo fez fora do estúdio...
Aniversário da Capital tem homenagem no rádio
MAGOEI – Mudança de empresa privada (digamos assim) para uma sede mais atualizada com parâmetros arquitetônicos estremeceu relações entre partes semp...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions