ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 25º

De olho na TV

Animadores de rádio dão aula do que não fazer

Por Reinaldo Rosa | 10/03/2017 10:41

SOMOS OTÁRIOS – “Se Abrahão, Davi ou Moisés fossem vivos, eles iam querer ficar em hotéis como estes. Você também pode; é só ter fé e fazer sua parte”. Na telinha da TV: cenas de hotéis das arábias com diária entre 35 mil e 53 mil reais. Pílula de otimismo da Igreja Universal em rede nacional de sua TV. A fé remove o baú da felicidade.

O MUNDO GIRA – Ernane de Almeida, Ely Leal, João Madureira, Gladis Linhares, Elaine de Almeida, Eder Mosciaro e Rogério Guesseline. Seleção de uma rádio que estava entrando no ar, em 1987, “em caráter experimental”. Cidade FM – 97,9. Muita coisa mudou.

MALISSIMAMENTE BEM – Sem regras ou critérios próprios; enxertos com informações da EBN; intervenções de ouvintes, via WhatsApp. É a vida que segue no radiojornalismo de Campo Grande e adjacências. Não importa o figurino; informar é preciso.

VOLTE LOGO – Balões de ensaio da comunicação radiofônica campo-grandense continuam nas alturas. Inexistente a regra da ‘falsa comunicação radiofônica’, ouvintes se ressentem da ausência de categorizados comunicadores. Como Wilson de Aquino. Fora do ar por qual razão?

DANTESCO – Certos animadores de plateia de rádio-ouvintes têm coragem de colocar imagens ao vivo da atração no Facebook. Recomendado para universitários (e estudiosos) da comunicação: veja o que não se deve fazer para ter sucesso na carreira. Ópera bufíssima.

AS PREFERIDAS – 15 minutos de veiculação de spots e índices que elegem a emissora como a líder em audiência na capital. Profissional anuncia a atração e dá-lhe de três músicas (aquelas) que colocam em fuga ouvintes em busca de qualidade. Repete-se tal expediente – na mesma ordem- e está feito “o seu programa de todas as tardes”. Simples assim.

FAÇA O QUE DIGO – Amanhã começam os saques do FGTS esquecido no tempo. Economistas aconselham pagar dívidas e guardar um pouco (como se possível fosse). Na TV, grandes lojas nacionais fascinam os ‘novos ricos’ convidando-os a aplicar o FGTS em sugestivas promoções. Procure entender.

NÃO ESQUEÇA – É amanhã. Guilherme Arantes coleciona mais de 25 temas de novelas e mais de 20 álbuns lançados, agora apresenta em Campo Grande um show especial com suas principais criações em um clima intimista e comemorativo aos seus 40 anos de sucesso! 11 de março em mais uma promoção Jamelão e Pedro Silva, no Centro Popular da Cultura.

EMPÁFIA IMPÁVIDA – FHC, o filósofo, justificou que “a corrupção é crime. Já o caixa dois não passa de erro, a ser reparado ou punido”. Quer dizer: depende da marca da faca que o assassino usou para que seu crime receba a devida tipificação. Jornalistas de MS apenas repassaram ‘nota de beira de página’ sem maiores comentários. Como sugere o manual de redação guaicuru.