A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Março de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


21/03/2016 10:26

Camufladas formas de censura na comunicação de MS

Reinaldo Rosa

POLICIALESCO – Os movimentos ‘Fora Dilma’ e ‘Não vai ter golpe’ trazem de volta a censura das redações. Leitores da tchurma dos ‘Contras’ condenam jornalistas que não redatam o que desejam e dão a estes a pecha de ‘vermelhinhos’. Simples assim.

LOUCAS DA AFONSO PENA – Em Campo Grande continua a iniciativa de acampados que esperam pela saída de Dilma Rousseff. Aconteça o que acontecer, servem de ótimo calhau para noticiosos da TV Morena.

A QUEM INTERESSAR POSSA – Sexta-feira passada aconteceram manifestações pró-governo Dilma em diversas localidades de Mato Grosso do Sul. Ao que parece – e seguindo original da matriz –, retransmissora de TV local esnobou a importante pauta.

INVERSÃO DE VALORES – “Militantes contrários à rede Globo fizeram manifestações em frente à TV Morena”, em Campo Grande, ressaltou Lucimar Lescano no ‘MSTV 2ª’ na noite de sexta-feira. No encerramento do noticioso ‘amorteceu’ a importância do fato; e dá-lhe de encerramento com acampados da Afonso Pena.

TELESPECTADOR NÃO VIU - Leitor da coluna, em Corumbá, avaliou como expressiva a manifestação de integrantes do movimento ‘Não vai ter golpe’. “Não foi quantitativo, mas preencheu a expectativa de quem organizou. Era só um protesto em frente à TV Morena”, ressaltou. Líder em audiência é isso aí.

SÓ PRA LEMBRAR – ‘Loucas da Afonso Pena’ fizeram o ‘fecha’ do ‘Bom Dia MS’ desta segunda-feira. E vem mais; não há nada de interessante no quadrilátero campo-grandense.

É O CANAL – Às vésperas do final do governo FHC, o ex-ministro Delfin Neto vaticinou: “elejam Lula presidente e veremos o que acontecerá com o país”. Ontem, no ‘Canal Livre’, pela TV Guanandi, voltou a deitar falação nada otimista sobre o governo Dilma.

FALANDO NISSO – Aumentou sensivelmente a audiência da retransmissora da Band nas noites de domingo, em Campo Grande. Espectadores interessados no atual noticiário nacional –e suas consequências- agradecem a mexida na grade da emissora.

ANALISTA – Elson Pinheiro, no ‘Tribuna Livre’, pela FM Capital, lembrou pauta regional que adormece nas redações sul-mato-grossenses. “Integrantes da ‘Máfia do Câncer’, continuam milionários e gozando de total liberdade e ninguém faz nada”, bradou ele. No que está certo.

MANUAL DE REDAÇÃO – Jornalistas ficam de mãos atadas e vestem incômodas saias justas. Têm opiniões políticas próprias, mas seguem orientações de pauta do chefe da redação. Obedece quem tem juízo na torre de babel.

VOLTA DA CENSURA - A apresentação de ‘Todos os musicais de Chico Buarque em 90 minutos’, em Belo Horizonte, foi cancelada. No sábado, em momento de improvisação o ator e diretor Claudio Botelho referiu-se à prisão de "um ex-presidente ladrão" e citou "uma presidente ladra". A plateia reagiu com o jargão “não vai ter golpe”. Por seu lado, Chico Buarque proibiu, doravante, a utilização de suas músicas no espetáculo. Censura nunca mais. Simples assim.

Radiojornalismo parado no tempo e no espaço
VERDADE DE CADA UM – Radiojornalismo de Campo Grande parou no tempo e espaço; grade criada – há tempos por alguns – não abandona a rotina. Loucos por...
Mudança da faixa AM para FM agita mercado radiofônico
MUNDO PEQUENO – Com o ‘estreitamento do mundo’ pela internet, sucessores de rádio de Campo Grande dirigem a emissora a partir de cidade americana. Mo...
MS no Rádio ajuda emissoras na cobertura oficial
NAS ONDAS DO RÁDIO – O projeto ‘MS no Rádio’ – com estúdio sediado na Secom (Subsecretaria de Comunicação) – divulga ações e serviços do Governo do E...
Diploma não supera talento do pessoal 'das antigas'
VEJA BEM – Maioria esmagadora dos comunicadores do Brasil surgiu em consequência do puro – e reconhecido – talento de quem se atirava na comunicação....



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions