A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


13/11/2019 10:27

Pesquisa tem novidade sobre audiência no rádio

Reinaldo Rosa

NO RETROVISOR – Pesquisa, para consumo interno por parte da solicitante, teve alguns dados vazados e revelaram algumas surpresas. A novata ‘Rádio Hora’ (antiga Cultura AM) ocupa quarta colocação estando na frente da badalada ‘Mega 94’. A conferir.

CAUSA E EFEITO – Chefão de FM da capital morena adota posição de ‘poderoso’ e continuar a perder ótimas expressões que passam (literalmente) pela emissora. Recentes trocas de apresentadores –por incompatibilidade de gênios, digamos assim- não rendem o mesmo ibope no horário matutino do prefixo.

VEM AÍ – Consultor Paulo Vicente Alves, ex-subsecretário de planejamento do Rio de Janeiro entre 2007 e 2009 está no ‘CBN em Ação’. A palestra acontecerá no dia 19 de novembro de 2019, às 19h, no Diamond Hall - Av. Mato Grosso, 4840. Última da série de quatro nomes, vale conferir.

​VC NA COLUNA - “A Morena FM faz questão que seu final de tarde seja leve, seja easy! O ‘Happy Hour’ traz um resumão das principais notícias do dia, informações do trânsito com Michel Pena tudo com músicas selecionadas pra você relaxar e chegar em casa bem. Começa às 17h30 e te acompanha até 19h30”! Edgar Scaff

PRODUTIVIDADE – Tino Marcos, repórter de esportes da rede Globo receberá por trabalhos realizados, não entrará na escala de plantões e nem dará mais expediente na redação. Terá ganho mensal baseado em produção e deu adeus a salário que beirava a 130 mil reais. Nova política salarial Global. Simples assim.

DE VOLTA AO ACONCHEGO - Tino Marcos trabalhava no esquema de CLT, com carteira assinada, e salário, que, segundo consta, era entre 130 e 150 mil reais por mês. Tino continuará recebendo alguns benefícios, como plano de saúde. Informa Daniel Castro.

PATINHO FEIO - Prestes a comemorar 20 anos, a RedeTV! anunciou lista de cortes no Jornalismo. Foram dispensados Fernando Navarro, Bibiana Bolson e Luiz Ceará, todos da área de Esporte. É esta área a preferida para iniciar “reciclagens administrativas” em empresas de comunicação.

CANAIS PREFERIDOS - Globo perde participação em verba oficial de publicidade sob Bolsonaro (fã de Chaves). Relatório do TCU aponta que SBT e Record receberam mais recursos, mesmo com menos audiência. Convívio com críticas nem sempre é admitido por pessoas públicas.

A FONTE - Segundo o documento, obtido pelo jornal Folha de São Paulo, a Globo ficou com 39,1% da verba de publicidade em televisão em 2018. No primeiro semestre deste ano, mesmo detendo 33,1% de audiência média no país, a emissora recebeu 16,3% dos recursos.

 

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
Experiência e talentos da radiofonia
MARCO DE COMUNICAÇÃO REGIONAL – Exatos 70 anos de Rádio Cultura, atual ‘Rádio Hora’ neste 9 de dezembro. A segunda mais antiga de Mato Grosso do Sul ...
Um quarto de século e digitalização chega na 104
COXIA – Desde os tempos de governo Marcelo Miranda, passando pelo o de Pedro Pedrossian, jornalista Bosco Martins segue ideais de melhorar a imagem e...
Bairros têm canal aberto com poderes constituídos
VALE ISSO ARNALDO? – Badalado prefixo de rádio da cidade morena virou caixinha de música de empresário (?) da comunicação e tem sua atenção voltada p...
Na TV, "participação ao vivo" nunca mais
HÃ HÃ! – Emissoras adotaram a censura em seu manual de redação; ‘participação ao vivo’ nunca mais. No bate papo com locutores –em assuntos dos mais d...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions