A notícia da terra a um clique de você.
 
16/08/2019 06:25

Vergonha de voar. Voar menos ou não voar

Mário Sérgio Lorenzetto
Vergonha de voar. Voar menos ou não voar

Já se foi o tempo em que discutíamos se Santos Dumont ou os irmãos Wright inventaram os aviões. Ninguém mais fala na existência de Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os portugueses que atravessaram o Atlântico. Quem sabe contar algo sobre os italianos Carlo Del Prete e Arturo Ferrarin. Atravessaram o Atlântico, em um voo sem escalas, desde Montecelio, próximo a Roma até Touros, perto de Natal, no Rio Grande do Norte.
A cada dia, ganha mais força o movimento contra os voos. Já há um grande movimento que reinvindica reduzir os voos ou, até mesmo, deixar de voar totalmente. Essa ideia deixou de ser anedótica. Passou a ter relevância nos últimos anos.

Vergonha de voar. Voar menos ou não voar

Greta ataca os voos e não voa.

O maior nome do ambientalismo mundial, a jovem sueca Greta Thunberg, tem percorrido a Europa só viajando em trens. Não pisa em um avião desde 2015. É ela que afirma: "Minha geração não poderá voar a não ser para alguma emergência pois temos de levar a sério advertência dos 1,5 graus de temperatura", referindo-se ao Acordo de Paris para limitar o aumento do aquecimento global.

Vergonha de voar. Voar menos ou não voar

"Emergência climática" e não mais mudança climática.

A juventude europeia vem adotando outras estratégias para combater o aquecimento global. Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu, os ambientalistas viram subir sua representação de 19 cadeiras para 69. Também estão adotando uma postura mais direta, deixaram de falar em mudança climática para adotar o termo "emergência climática".

Vergonha de voar. Voar menos ou não voar

"Vergonha de voar".

Na Suécia, onde Greta nasceu, também nasceu o termo "flygskam", traduzido como "vergonha de voar" que tomou conta de todos os jornais em curto espaço de tempo. E já trás preocupação às empresas desse setor. Na última reunião da Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA, sua sigla inglesa), o presidente dessa entidade, Alexandre de Juniac, advertiu aos outros 150 membros: "esse sentimento crescerá e se estenderá".

Vergonha de voar. Voar menos ou não voar

As emissões de CO2 lançadas pelos aviões.

As emissões dos voos rondam os 8% do total de CO2 lançando no ar. Corresponde às emissões das vacas e dos automóveis. E as viagens de longa distância estão crescendo, em 2018 tivemos um acréscimo de 6% em comparação com o ano anterior. Um avião emite 20 vezes mais CO2 que um trem. Um voo de Boston a Shangai emite 7.000 quilos de CO2. Cada tonelada de gás carbônico derrete três metros quadrados do Ártico.
Como se vê, não só as vacas estão na mira dos ambientalistas. Estão lançando mísseis potentes contra os aviões.

imagem transparente
Busca

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.