A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 25 de Abril de 2018


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


23/01/2015 09:31

Poupança, títulos, Bolsa, dólar: dicas para investir com juros altos

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

A decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de aumentar a taxa de juros básica da economia (taxa Selic), de 11,75% para 12,25%, beneficia os investimentos em renda fixa, como fundos DI, CDBs, LCIs e LCAs.Quem tem dinheiro para aplicar vai ganhar mais juros investindo nessas modalidades que pagam uma porcentagem do CDI, taxa fixada diariamente pelos bancos e que acompanha a evolução da taxa básica de juros.

Poupança não é indicada:

O investimento em poupança não é indicado pelos especialistas porque paga uma taxa fixa de 0,5% ao mês mais TR, o que acaba fazendo com que não seja um investimento tão atraente agora que as taxas de juros estão em elevação.Segundo cálculos da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a rentabilidade da poupança é superior apenas quando os fundos têm altas taxas de administração, acima de 3% ao ano. Quando a taxa de administração é de 2% ao ano, a poupança ganha do fundo apenas se o dinheiro for retirado em menos de seis meses.Além disso, a inflação também corrói os rendimentos da aplicação. "Há muitas aplicações melhores que a poupança", diz o planejador financeiro pessoal Rogério Nakata, da empresa Economia Comportamental.

Títulos do Tesouro x fundos:

Ele sugere investir em títulos do Tesouro Direto atrelados à taxa Selic. "Prefiro o Tesouro Direto ao investimento em fundos, pois o investidor não precisa pagar taxa de administração e consegue fazer o investimento sem intermediários", diz.Mas, se o investidor preferir investir por meio de fundos, Nakata sugere procurar fundos que cobrem taxas de administração inferiores a 1%.

LCAs, LCIs, títulos pré e pós-fixados:

Para Pedro Afonso, diretor de investimentos da TOV Corretora, LCAs e LCIs devem continuar atraindo os investidores, principalmente pela isenção de Imposto de Renda. "Com a isenção, uma LCI que pague 95% do CDI em seis meses equivale a um CDB que pague 120% do CDI no mesmo período."Raphael Juan, gestor da BBT Asset, diz que o governo já sinalizou com o fim dessa isenção de IR para as LCIs e LCAs e aconselha cautela. Para ele, a melhor aplicação nesse momento são títulos prefixados ou até mesmo os pós-fixados. "Acredito que a rentabilidade desses títulos atinja 1% ao mês", diz.Ele afirma que o investimento deve ser feito em títulos de curto prazo, no máximo até 2018. "Em 2016, os juros devem começar a cair."

NTN-Bs:

Quem quer investir em títulos do Tesouro indexados à inflação deve escolher com cuidado o prazo do investimento. "Quem sair antes da data de vencimento do título pode sofrer com as oscilações do papel", afirma Pedro Afonso. "Na minha opinião, as NTN-Bs já se valorizaram bastante. Eu prefiro os títulos prefixados, se a questão é correr um pouco mais de risco no momento", diz Raphael Juan.

Bolsa e dólar:

Num cenário de juros elevados, a Bolsa costuma não ter um bom desempenho, já que os investidores não precisam correr tantos riscos para obterem boa rentabilidade.Afonso só aconselha o investimento em Bolsa no momento para quem tem uma quantia maior de dinheiro para investir e que possibilite a diversificação."A situação está muito incerta, com crise hídrica e elétrica. É um ano de ajustes", diz.O investimento em dólar não é aconselhado pelos especialistas, a não ser que a pessoa pretenda fazer gastos na moeda estrangeira.

Fonte: economia.uol.com.br
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.*Deseja mais informações ou ainda ampliar seus conhecimentos em investimentos. Acesse o site: www.opatriarca.com.br, ou ligue no Tel: (67) 3306 - 3613 e solicite á visita de um de nossos consultores certificados pela CVM.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen, criador do portal www.mayel.com.br

Renda variável: Quem tem medo do lobo mau
Quem acompanha esta coluna há algum tempo, já está familiarizado com as 3 características iniciais que avaliamos ao tomar uma decisão de investimento...
Modelos financeiros: fundamentais para a saúde do seu bolso
Vivemos em um país, onde o tema educação financeira não é comumente tratado nas escolas e muitas vezes, não há diálogo sobre o tema nem mesmo dentro ...
5 filmes que te mostraram que superação não é para os fracos
Quem não gosta de uma boa história? Confesso que aqui, na Redação do dinheirama, adoramos e muitas vezes os filmes servem de inspiração para diversos...
Cuidado, você pode estar perdendo dinheiro
Nesta semana tive a oportunidade de me deparar com algumas histórias que, no mínimo, me fizeram pensar ainda mais a respeito das diversas formas com ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions