ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUARTA  29    CAMPO GRANDE 11º

Momento Saúde Bucal

Odontogeriatria, atendimento odontológico para pacientes idosos

Marco Polo Siebra (*) | 05/10/2022 09:40

Olá!

No dia 01 de outubro comemorou-se o dia Mundial do Idoso. A expectativa de vida no Brasil e no mundo tem crescido graças aos avanços nas áreas de diagnóstico, medicina e prevenção. No Brasil a expectativa de vida da população idosa masculina é de 72,2 anos e a feminina é de 79,3 anos, de acordo com os dados do IBGE de 2022. É comum que pacientes idosos façam acompanhamento médico com diversos especialistas como cardiologistas, endocrinologistas, geriatras e outros. Entretanto, o acompanhamento odontológico especializado nem sempre é realizado com a mesma atenção e a saúde bucal não recebe o cuidado necessário.

É muito importante que a saúde bucal seja monitorada para garantir que os pacientes executem funções como mastigar, deglutir, falar e sorrir e, ainda, para que a estética seja mantida, garantindo assim a qualidade de vida e autoestima elevada.

Esse é um tema muito importante na odontologia, mas repleto de impressões falsas.

Por algum motivo, nós naturalizamos na nossa sociedade a ideia do “idoso sem dentes”, ou do idoso que tem soluções provisórias na boca, mas continua sofrendo com a falta de dentes.

A verdade é que a idade e a situação geral de saúde não são nenhum impedimento para cuidar da saúde da boca. Pelo contrário, boca saudável é sinal de que a pessoa consegue se alimentar bem e se manter forte para enfrentar qualquer contratempo.

Mais do que isso: um sorriso saudável é sinônimo de mais qualidade de vida, sem medo de sorrir, interagir e aproveitar ao máximo a vida.

Por isso mesmo, eu fico muito honrado quando tenho a oportunidade de tratar uma pessoa idosa. Com todo o cuidado, com o conforto e um atendimento humanizado, mostro o quanto a odontologia evoluiu e é muito mais tranquilo do que aquilo que ela lembrava - lá da infância, quando a regra ainda era arrancar dentes por qualquer motivo e colocar próteses que não restabelece a função mastigatória muito menos a estética e prejudicando a autoestima dos idosos!

E sabe o que eu mais ouço depois do tratamento? “Estou muito feliz, devia ter feito esse tratamento muito antes!”

Pela saúde e pela felicidade dos idosos ao seu redor, consulte um odontogeriatra, que é o dentista responsável para manter a saúde bucal dos idosos. Esse cuidado vai fazer toda diferença pelos anos que virão!

Continue acompanhando o nosso conteúdo nas redes sociais! @marcopolosiebra.

Um abraço!

(*) Marco Polo Siebra é Odontólogo ha mais de 28 anos, Especialista em: Prótese Dentária; Odontogeriatria; Implantodontia. É Master Coach Pela FEBRACIS (Federação brasileira de Coaching Integral Sistêmico), Ministrante dos Cursos: Pode da Ação; Poder e Alta Performance; Jeito de Viver Família; Educar, Amar e Dar limites; Decifre e Influencie Pessoas; Coach de Carreira; Analista de Perfil Comportamental; Processo de Coaching Individual; Processo de Coaching em Grupo; Cursando uma Pós Graduação em “Neurociência e Performance Humana” na Faculdade FEBRACIS. Hoje tem como principal missão impactar e transformar pessoas de forma que concretizem seus objetivos em todas as áreas da vida. É diretor da Associação Pestalozzi de Campo Grande/MS.

Nos siga no Google Notícias