ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  20    CAMPO GRANDE 12º

Direto das Ruas

CPF estranho sai em nota fiscal e acende alerta para possível trapaça em sorteio

Entre ontem e hoje, pelo menos 1,4 mil "compras" foram cadastrada para o dono do CPF desconhecido

Por Anahi Zurutuza e Mariely Barros | 10/12/2021 16:46
Nota fiscal fraudada recebida por Matheus na tarde de ontem (9) (Foto: Direto das Ruas)
Nota fiscal fraudada recebida por Matheus na tarde de ontem (9) (Foto: Direto das Ruas)

A compra de dois pacotes de bolacha em mercado no Centro de Campo Grande acendeu alerta do operador de máquinas, Mateus Garcia de 26 anos, para possível trapaça de participante da Nota MS Premiada. Na tarde desta quinta-feira (9), depois de fazer a aquisição, ele percebeu que CPF (Cadastro de Pessoa Física) de desconhecido havia sido emitido em sua nota fiscal.

Para o consumidor, a intenção do dono do CPF seria aumentar suas chances de ser sorteado no concurso do Governo de Mato Grosso do Sul, que dá prêmios em dinheiro para contribuintes que exigem nota a cada compra, garantindo assim, a arrecadação de impostos para os cofres estaduais.

“A caixa nem perguntou se queria o CPF na nota. Apenas passou a comprar e me deu a nota fiscal, já com o CPF de outra pessoa”, conta o leitor, que enviou a sugestão da pauta pelo canal Direto das Ruas.

A compra dele foi feita às 11h57 dessa quinta-feira, dia 9. Curioso, o consumidor foi pesquisar o CPF no sistema da Nota MS Premiada e descobriu centenas de compras contendo o cadastro, em pouquíssimo tempo. “Eu entrei hoje no site da nota premiada e tinham 83 páginas no CPF dessa pessoa, horas depois já eram 100 páginas. É um absurdo", comenta. 

O Campo Grande  News verificou a informação no sistema on-line da Nota MS Premiada e encontrou com no número do tal CPF, impresso na nota de Mateus, 1,4 mil compras entre ontem e hoje, uma façanha impossível de ser feita por uma única pessoa no comércio varejista. Fora que o dono deste Cadastro de Pessoa Física, em dois dias, se tornou concorrente desleal para o consumidor comum.

Lista de compras feitas no CPF impresso na nota fiscal de Matheus (Foto:Direto das Ruas)
Lista de compras feitas no CPF impresso na nota fiscal de Matheus (Foto:Direto das Ruas)

Em entrevista, o superintendente do Procon/MS, Marcelo Salomão, informou que essa prática fere os direitos do consumidor que efetuou a compra. Segundo ele, o comércio pode ser multado e autuado por fraude ao emitir a nota fiscal dos clientes com o CPF de terceiros no processo de compra, se comprovada má-fé.

Roberto Ferreira, dono do Saideira Express, que fica na Rua Dom Aquino, investigou o ocorrido e descobriu que o CPF era de um técnico em informática de terceirizada contratada para treinar os operadores de caixa do estabelecimento. Ele acredita que tenha ocorrido falha no sistema que está sendo implantado na loja. Disse ainda que exigiu providências da prestadora do serviço e que vai comunicar a Sefaz.

Outros casos - Não é a primeira vez que tentativas de fraude na Nota MS Premiada são descobertas. Em abril, equipe do Procon/MS descobriu que um supermercado de Taquarussu, a 332 km de Campo Grande, estava fraudando cadastro para a premiação.

Os agentes descobriram que entre setembro de 2020 e abril de 2021, todas as notas fiscais emitidas pelo estabelecimento estavam no nome do técnico de informática da empresa, ao invés de cadastrar os dados dos clientes.

Também em abril, a Sefaz-MS (Secretaria de Estado de Fazenda) informou para matéria publicada pelo Campo Grande News que, em média, a secretaria recebe 150 denúncias de fraude por mês.

Como funciona? - Cada vez que uma nota é emitida com o CPF, automaticamente são impressas 8 dezenas no mesmo cupom e aquela pessoa passa a concorrer aos prêmios da Nota MS Premiada.

Todo mês, o governo sorteia R$ 300 mil. Deste valor, R$ 100 mil é dividido para os contribuintes que acertarem seis dezenas e R$ 200 mil ficam entre aqueles que fizeram a quina. O sorteio é feito uma vez por mês, levando em conta os números sorteados na Mega-Sena.

Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.  

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias