A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Setembro de 2017

04/08/2017 11:07

Abacate fica 23% mais caro e o quilo do produto chega a R$ 4,95 no Ceasa

Ricardo Campos Jr.
Produto que estava sendo vendido a R$ 4 no começo da semana subiu para R$ 4,95 (Foto: Marina Pacheco / arquivo)Produto que estava sendo vendido a R$ 4 no começo da semana subiu para R$ 4,95 (Foto: Marina Pacheco / arquivo)

O abacate teve aumento de 23,75% nesta sexta-feira (4) em comparação com o último levantamento de preços feito pela Ceasa (Central de Abastecimento de Mato Grosso do Sul) no começo da semana. Fora de época, a fruta está sendo vendida hoje por R$ 4,95 o quilo.

Também ficou mais cara a mandioquinha, cujo quilo passou de R$ 9,50 para R$ 12, o que representa uma variação de 23,32%.

A manga também teve acréscimo, tendo o quilo do produto aumentado 16,67%. Na última terça-feira, a fruta saía por R$ 5 e hoje está sendo vendida por R$ 5,83. Já o quiabo foi outro item que está mais caro. Ele está sendo comercializado por R$ 8 depois de ser encontrado por R$ 7,33 no começo da semana, o que resulta em alta de 9,09%.

Em compensação, a goiaba e o mamão havaí tiveram queda de 14,29% no Ceasa. O quilo do primeiro item estava sendo vendido por R$ 3,50 e caiu para R$ 3 nesta sexta-feira. Já o segundo despencou de R$ 4,38 para R$ 3,75.

A melancia teve redução de 9,09% hoje, com o preço do quilo variando de R$ 1,10 para R$ 1. A batata ficou 7,14% mais barata, passando de R$ 1,40 para R$ 1,30. Por fim, o último produto vendido pelo Ceasa que teve queda de preço foi o cará, 7,69% mais em conta, sendo encontrado hoje por R$ 3 o quilo.

A lista completa com todos os produtos vendidos pelo Ceasa e os respectivos aumentos ou reduções nos preços pode ser encontrada no site da central. O levantamento é atualizado às terças e sextas feiras, que são os dias em que os vendedores renovam os estoques ao receber novos lotes de produtos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions