A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

13/09/2016 07:53

Adesão aumenta no 8º dia, mas greve dos bancários pode terminar hoje

Renata Volpe Haddad
Em Campo Grande, todas as agências do Centro estão fechadas. Só na Capital, 89 bancos estão com atividades paralisadas. (Foto: Marcos Ermínio)Em Campo Grande, todas as agências do Centro estão fechadas. Só na Capital, 89 bancos estão com atividades paralisadas. (Foto: Marcos Ermínio)

Mais bancários de Campo Grande e região aderiram à greve e até ontem (12) 110 agências haviam paralisado as atividades. A Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) se reúne às 14h de hoje com o Comando Nacional para apresentar uma nova proposta e tentar encerrar a greve.

Esta é a terceira vez que a Fenaban vai apresentar uma proposta ao Comando Nacional. A federação havia proposto índice de reajuste de 6,5%, e na sexta-feira (9), ofereceu 7%, o que foi recusado pela categoria. As negociações ocorrem em São Paulo e a greve é nacional.

Na Capital, dos 120 bancos, 89 não estão com atendimento ao público, o que representa 74% das agências em greve. Todas as agências do Centro de Campo Grande estão fechadas. 

De acordo com o presidente do sindicato, Edivaldo Barros, não é possível apontar quais agências estão funcionando, pois a qualquer momento, elas podem aderir à greve. "É complicado dizer qual banco está em pleno funcionamento, pois hoje os bancários podem paralisar as atividades", alega.

Hoje é o oitavo dia de greve e no país, são 11.531 agências e 48 centros administrativos com as atividades paralisadas. Isso significa que 48,97% de todas as agências do país estão em greve. A categoria pede um reajuste salarial de 14,78%, valor que cobriria a inflação de 9,78% e ainda daria uma ganho salarial real de 5%.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions