ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  03    CAMPO GRANDE 29º

Economia

Apesar de alta do leite, preço do pão francês se mantém estável em MS

Por Priscilla Peres | 12/07/2016 10:47
(Foto: Fiems)
(Foto: Fiems)

Enquanto o preço do leite e seus derivados tem subido, afetando diretamente o bolso dos consumidores, o pão francês deve se manter no patamar entre R$ 8 e R$ 12 pelo próximo mês, segundo previsão do Sindepan/MS (Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria).

O aumento do preço do leite se deve ao período de estressafra, quando há menos disponibilidade do produto no mercado o que obriga as indústrias a pagarem mais caro pelo litro.
Segundo o Conseleite/MS (Conselho Paritário entre Produtores e Indústrias de Leite do Estado), em junho o valor pago ao pequeno produtor pelo litro do produto foi de R$ 0,99 e neste mês a estimativa é de R$ 1,05, reajuste de 6%. Para produtores maiores, a valorização chega a 32,2%, provocando uma verdadeira escalada de preços, chegando a até R$ 1,21.

O setor tem tido uma trégua, após brusca alta do preço do trigo no início do ano, devido ao dólar bastante valorizado. "Mas, de lá para cá, não foi registrada mais nenhuma grande oscilação, permitindo o congelamento da tabela", afirma o presidente do Sindepan/MS, Marcelo Alves Barbosa.

Apesar do preço do leite em alta, o trigo tem ficado mais barato, chegando ao menor patamar desde 2006. "Como se trata da nossa principal matéria-prima, só temos a comemorar”, diz Marcelo.

Além disso, aumentar o preço do pão neste momento poderia se tornar algo ruim para as padarias, já que as pessoas tendem a ecomizar buscando meios mais baratos de alimentação.