A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Junho de 2018

06/11/2014 11:52

Carne e tomate elevam preço da Cesta Básica em 3,93% em outubro

Priscilla Peres
Preço do fruto voltou a pesar no bolso do consumidor. (Foto: Arquivo Campo Grande News)Preço do fruto voltou a pesar no bolso do consumidor. (Foto: Arquivo Campo Grande News)

Os hortifrutis e a carne bovina voltaram a pesar no bolso do consumidor campo-grandense em outubro, e contribuíram para o aumento de 3,93% da Cesta Básica. Dessa forma, o conjunto de 13 produtos que custavam R$ 285,02 em setembro passaram a valer R$ 296,22 no mês passado.

Pesquisa feita pelo Dieese/MS (Departamento Intersindical de estatística e Estudos Socioeconômicos), revela que entre as 18 capitais pesquisadas, 12 apresentaram alta nos preços de outubro. Sendo que Campo Grande quebrou a sequencia de cinco retrações e teve a terceira maior variação entre as Capitais.

Em outubro, o tomate teve variação positiva de 32,55%, devido ao calor excessivo em meados de outubro que obrigou os produtores a fazerem uso dos sistemas de irrigação, impactando diretamente o preço dos custos de energia e água.

A banana nanica (5,73%), a farinha de trigo (2,55%) e a carne bovina (3,45%) também tiveram altas. A última, devido a escassez na oferta de animais, tem continuado a sequencia de valorização dos preços que se arrasta desde o início do ano. Entre as quedas, destaque para o feijão (-4,53%), leite (-2,53%) e óleo de soja (-2,16%).

Com a alta, o trabalhador agora compromete 44,47% do seu salário mínimo na compra da Cesta Básica. Além disso, para adquirir a cesta básica familiar, para quatro pessoas, o valor subiu R$ 33,60 e chegou a R$ 888,66. Dessa forma, o Dieese estima que o salário mínimo necessário para atender as necessidades de uma família é de R$ 2.9687,07, aumento de R$ 104,34 em relação a setembro.

Air France – KLM investe em mudanças para continuar crescendo no Brasil
A companhia aérea Air France-KLM continua com o trabalho de expansão em território brasileiro. Criando força no nordeste, principalmente depois do la...
Influenciado por disputa comercial, dólar abre em alta de 0,96%
O dólar abriu hoje (19) em alta de 0,96%, cotado a R$ 3,7758, às 10h, influenciado por novas notícias da disputa comercial entre os Estados Unidos e ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions