A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

01/02/2013 18:00

Cesta básica fica 3,89 % mais cara e batata é o principal motivo

Nícholas Vasconcelos
Batata teve alta de 30,82% em janeiro, segundo levantamento. (Foto: Divulgação)Batata teve alta de 30,82% em janeiro, segundo levantamento. (Foto: Divulgação)

A cesta básica individual teve alta de 3,89 % no mês de janeiro em Campo Grande, na comparação ao mês anterior, e passou a custar R$ 280,77.

Segundo o levantamento divulgado hoje pela Semac (Secretaria Estadual de Planejamento), a batata foi a principal causadora do resultado com uma alta de 30,82%, seguida pelo tomate com 19,10% e alface com 11,18%.
Já a carne caiu 3,86%, seguida pelo sal 2,17% e o arroz com 2,04%.

Na análise dos técnicos da Secretaria, as principais regiões produtoras de batata sofreram para a colheita devido às chuvas do início do ano, o que reduziu a oferta no mercado interno. Já o tomate está com redução de área plantada no País e com baixa qualidade do produto.

A queda no preço da carne é reflexo da diminuição dos valores no atacado e o sal sofreu regularização nos estoques no mercado interno.

A pesquisa mostrou que em janeiro o trabalhador que recebe um salário mínimo de R$ 678 precisou comprometer 41,41% de sua renda para aquisição da cesta, restando R$ 397,23 para atender suas outras necessidades.

Na comparação com o início da década, em janeiro de 2003 era possível comprar a mesma cesta utilizando apenas R$ 146, com um salário de R$ 200 o comprometimento era de 73%.

Cesta Familiar - O custo da cesta básica familiar apresentou alta de 2,34% em relação ao mês anterior, com preço de R$ 1.223,41.

Dos 44 produtos que compõem esta cesta, 29 apresentaram alta de preço e 12 apresentaram queda.

Novamente a batata foi a responsável pela maior alta, com 30,83% de elevação no período, o tomate com 19,15% e 16,35% na cebola.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions