ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEGUNDA  24    CAMPO GRANDE 26º

Economia

Com discurso científico, Dobashi é reeleito presidente da Aprosoja

Segundo ele, o setor tem que valorizar aproximação com a Embrapa e Universidades

Por Flávio Veras | 04/12/2021 11:21
Dobashi foi releito nesta semana (Foto: Aprosoja/Divulgação)
Dobashi foi releito nesta semana (Foto: Aprosoja/Divulgação)

O produtor rural André Figueiredo Dobashi foi reeleito, , por unanimidade, à presidência da  Aprosoja (Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso do Sul). Em seu discurso, o presidente afirmou que a entidade tem o dever de se aproximar ainda mais do produtor e valorizar a ciência no campo. O novo mandato se estenderá pelo biênio: 2022/2023.

“A produção de grãos em Mato Grosso do Sul avança de forma vertiginosa e esses avanços ocorrem de forma alinhada com conceitos de sustentabilidade. Outro destaque do agronegócio local são as parcerias institucionais, que facilita o trabalho, com base na informação, na ciência e na tecnologia”, aponta Dobashi.

“Nesta nova gestão, além de nos aproximarmos ainda mais do agricultor, teremos a missão de estreitar o laço entre a ciência e o campo, por meio das Fundações de pesquisa, universidades e Embrapas. São essas parcerias que acreditamos no sucesso da produção de soja e milho em MS”, complementou.

Segundo nota divulgada pela Aprosoja, Dobashi é defensor de iniciativas sustentáveis na agricultura, característica que o levou a representar a agricultura Brasileira em evento que antecedeu a COP 26, na Bélgica, onde lançou o termo “kidnapping Carbon”, para facilitar aos representantes de outros países o entendimento sobre o processo de sequestro de carbono, que ocorre na agricultura local, na tradução literal: rapto de carbono.

Perfil - Atualmente André Dobashi é produtor rural no município de Antônio João, onde se dedica a produção de soja, milho, sorgo, aveia e pastagens. Também é consultor técnico da empresa AgroExata em Mato Grosso do Sul, na área de implantação e condução de sistemas integrados de lavoura e pecuária.

Engenheiro agrônomo pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP) e especialista em Engorda Intensiva de Bovinos de Corte (California - EUA) e em Nutrição de plantas e Manejo de Pastagens, também pela ESALQ/USP.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário