ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 33º

Economia

Com leilão na 6ª feira, governo recebe hoje as propostas da PPP do saneamento

Quatro empresas pediram informações sobre edital, mas concorrentes serão definidas nesta segunda-feira

Por Aline dos Santos | 19/10/2020 10:10
Obras de saneamento da Sanesul em Ponta Porã. (Foto: Sanesul)
Obras de saneamento da Sanesul em Ponta Porã. (Foto: Sanesul)

Com leilão marcado para sexta-feira (dia 23), o governo do Estado recebe hoje as propostas no projeto de PPP (Parceria Público-Privada) do esgotamento sanitário. Os documentos serão entregues na Bolsa de Valores de São Paulo, mesmo local do leilão.

A PPP tem objetivo de universalizar os serviços de esgotamento sanitário nos municípios atendidos pela Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) nos próximos 10 anos e beneficiará 1,7 milhão de pessoas em 68 municípios. A previsão é investir R$ 4,5 bilhões.

Quem vencer a licitação vai fazer o investimento privado e irá receber por meio de taxa de cobrança do esgoto. O período de concessão previsto é de 30 anos.

De acordo com a assessoria de imprensa do governo, os investidores entregarão as propostas e só então serão conhecidos os participantes.

O edital da licitação foi publicado em 15 de junho e, durante o período de apresentação de pedidos de esclarecimentos, foram recebidos questionamentos sobre os aspectos técnico, econômico-financeiro e jurídico de grupos de investidores interessados no projeto.

A lista tem Conasa Infraestrutura S/A (com sede no Paraná), Fornort Desenvolvimento Ambiental e Urbano Eireli (que tem matriz em Santos, litoral de São Paulo), BRK Ambiental Participações S/A (braço da canadense Brookfield) e GCE S/A (localizada no Distrito Federal).

Em 2019, o governo entregou a MS-306 à iniciativa privada. (Foto: Divulgação)
Em 2019, o governo entregou a MS-306 à iniciativa privada. (Foto: Divulgação)

Rodovia – No ano passado, o governo do Estado formalizou a concessão da MS-306, que liga os municípios de Costa Rica, Chapadão do Sul e Cassilândia.

O Consórcio Way – 306, liderado pela empresa de logística GLP, vai pagar R$ 605,3 milhões ao governo para explorar o trecho.

Com leilão, também realizado na Bolsa de Valores de São Paulo, o governo entregou a primeira rodovia estadual à iniciativa privada. A projeção é de investimento de R$ 1,7 bilhão na via nos próximos cinco anos com a realização da PPP.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário