ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  18    CAMPO GRANDE 23º

Economia

Com vacinação avançada, Gol anuncia 1º voo regular e direto entre Bonito e SP

Operação da linha deve acontecer a partir de 2 de dezembro, mas pode ser antecipada

Por Nyelder Rodrigues e Gabriela Couto | 13/09/2021 10:35
Momento em que o governador Reinaldo e o presidente da Gol, Paulo Kokinoff, assinam o acordo de operação da empresa em Bonito. (Foto: Gabriela Couto)
Momento em que o governador Reinaldo e o presidente da Gol, Paulo Kokinoff, assinam o acordo de operação da empresa em Bonito. (Foto: Gabriela Couto)

Foi anunciado a pouco em agenda pública no Parque dos Poderes, que Bonito - localizada a 257 km de Campo Grande - vai ganhar uma "linha direta" com a capital paulista. A partir de 2 de dezembro, o principal ponto turístico de Mato Grosso do Sul terá um voo exclusivo para São Paulo (SP), maior cidade da América Latina.

Com a presença do governador Reinaldo Aazambuja (PSDB) e dos secretários Eduardo Riedel e Jaime Verruck, respectivamente, chefes das pastas de Infraestrutura e Desenvolvimento Econômico, foi assinado o convênio que permite a instalação do voo, conquista só possível, graças ao estágio avançado local da vacinação.

"O trabalho de incentivo a vacinação seguramente foi fundamental, por fazer a coisa certa. Somos testemunhas do efeito que essa vacinação traz e não é por acaso que é o primeiro destino que anunciamos, após o começo da pandemia", conta Paulo Kakinoff, presidente da Gol, companhia que vai operar a linha.

Bonito é o terceiro destino que a empresa terá em Mato Grosso do Sul, já operando em Campo Grande e em Dourados. "A vacinação tem correlação direta com esse novo voo", completa o executivo, presente no evento em Campo Grande.

Conforme o Governo do Estado, esse será o primeiro voo direto e sem escalas para Bonito, e também é o primeiro novo destino anunciado nos últimos dois anos. Tudo foi negociado com a companhia aérea durante meses, dentro do programa Decola MS. Por ora, é estudado que a linha faça uso de critérios de carbono neutro.

Para o governador Reinaldo Azambuja, o anúncio demonstra que o programa Decola MS é importante na conquista de acordos como o assinado agora, com a Gol. "Essa lógica de sair de Congonhas nesses horários, é importante para ampliar as possibilidades".

Além disso, o chefe do Executivo estadual ressalta o quanto a vacinação faz voltar mais rápido a normalidade localmente. "O voo vai ajudar muito. Sei que está marcado para dezembro, mas pode ser antecipado até", revela.

Turistas chegando em Bonito, em voo não regular operado pela Azul recentemente. (Foto: Edemir Rodrigues/Divulgação/Arquivo)
Turistas chegando em Bonito, em voo não regular operado pela Azul recentemente. (Foto: Edemir Rodrigues/Divulgação/Arquivo)

Operação - Já no anúncio, foi explicado que o trecho terá voos regulares com frequências de duas vezes por semana, às quintas e aos domingos - o foco é claramente o turismo, contemplando datas típicas de chegada e saída de turistas.

O aeroporto em São Paulo que vai receber a linha, é o de Congonhas, com decolagem prevista para ocorrer às 12h40 e aterrissagem em Bonito às 13h40. Já a saída de Bonito deve acontecer às 14h20, com pouso em solo paulistano às 17h10.

O avião usado na operação da linha será um Boeing 737-700, com capacidade de 138 passageiros. "Foi um voo com maior adequação, para ter o melhor horário. Escolhemos quinta e domingo, que é quando mais gera tráfego aéreo", diz Kakinoff, completando que será possível até que o turista almoce antes da decolagem.

"A estrutura de Bonito está no mesmo patamar de tudo que é oferecido no Brasil. A preservação local faz com que o turista entenda que vai voltar para casa como embaixador do meio ambiente. Esse voo tem tudo para dar certo", conclui.

Rede de MS - Atualmente, o Aeroporto Internacional de Campo Grande, o principal de Mato Grosso do Sul, passa por obras de ampliação do saguão e de melhorias na pista, o que vai permitir a operação de mais voos no local.

A reforma, ao todo, custa R$ 70 milhões e fará com que o local amplie a capacidade dos atuais 2,5 milhões de passageiros por ano para 4,5 milhões. Azul, Gol e Latam são as três companhias que atuam na cidade, com destinos a São Paulo, Guarulhos e Campinas (SP), Curitiba (PR), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Confins (MG).

Já o aeroporto de Dourados também passa por reformas, devendo voltar ao normal a operação de voos na maior cidade do interior sul-mato-grossense entre novembro deste ano e março do ano que vem. A Gol já antecipou que terá dali voos para o Aeroporto Internacional de Guarulhos, na grande São Paulo, quatro vezes por semana.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário