A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

23/10/2017 14:10

Consumo de combustíveis em MS cai para o menor patamar em cinco anos

Produtos tem apresentado alta de preços muito acima da inflação

Osvaldo Júnior
Abastecer tem ficado mais caro na Capital e no Estado; consumo está caindo (Foto: Marcos Ermínio)Abastecer tem ficado mais caro na Capital e no Estado; consumo está caindo (Foto: Marcos Ermínio)

Com a economia desaquecida e altas muito acima da inflação, os combustíveis contabilizam quedas acentuadas nas vendas em Mato Grosso do Sul. O consumo é o menor em cinco anos e a retração, em 12 meses, chega a 34%, de acordo com dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Neste ano, de janeiro a agosto, os postos de Mato Grosso do Sul comercializaram o total de 1,55 bilhão de litros. Esse volume é o menor desde 2012, quando o consumo foi de 1,42 bilhão de litros nos mesmos meses. Na comparação com o ano passado (1,619 bilhão de litros), a redução é de 3,94%.

O etanol lidera, em termos relativos, o baixo desempenho das vendas dos combustíveis no Estado. Foram vendidos 52,71 milhões de litros de janeiro a agosto deste ano. A queda é de 39% em relação aos 80,516 milhões de litros comercializados em igual intervalo de 2016.

O volume vendido de etanol neste ano em Mato Grosso do Sul é o menor desde 2006 (39,662 milhões de litros). Em 2015, ápice do consumo nos últimos anos, foram comercializados 154,14 milhões de litros.

A retração da venda dos combustíveis ocorre em momento de disparada dos preços. O aumento, em 12 meses, chega a 9,16% em Mato Grosso do Sul e a 11,86% em Campo Grande. Essas variações se referem ao etanol, cujo preço médio, neste mês, é de R$ 3,072 no Estado e de R$ 3,063 na Capital. Em outubro de 2016, os valores respectivos foram de R$ 3,063 e de R$ 2,738.

Essas altas estão muito acima da inflação. O IPC (Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande), calculado pelo Nepes (Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais), da Uniderp, acumula aumento de 2,43% em 12 meses.

Consumo de combustíveis em MS cai para o menor patamar em cinco anos


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions