A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/09/2011 11:31

Congresso Brasileiro de Economia em Bonito abordará concentração de renda e desigualdades

Edmir Conceição

Evento será realizado de 7 a 9 de setembro no Centro de Convenções de Bonito e vai reunir especialistas da área econômica de todo o País, além de nomes internacionais

Desenvolvimento Regional e Desigualdades de Renda no Estado de Mato Grosso do Sul (2000 – 2005). Este é o título de um dos 14 artigos selecionados pela comissão organizadora do XIX Congresso Brasileiro de Economia (CBE). O Congresso será realizado de 7 a 9 de setembro no Centro de Convenções de Bonito e vai reunir especialistas da área econômica de todo o País, além de nomes internacionais.

O artigo, assinado pelos economistas Alexandre de Souza Corrêa, Fábio Henrique Paniágua Mendieta e Roberta Taciana Toldo de Oliveira aponta onde há maior desnível de renda no Estado, que tem sua economia historicamente baseada na agropecuária, mas que nos últimos anos registra crescimento de indústrias, principalmente das que beneficiam os produtos do campo, além do desenvolvimento do setor terciário, com comércio e serviços diversificados.

Dentes as microrregiões, a de Campo Grande é a que dá maior contribuição à formação de riqueza do Estado e também apresenta o maior número de habitantes: 874.205. Estão compreendidos os municípios de Jaraguari, Corguinho, Rio Negro, Rochedo, Sidrolândia,Terenos, Bandeirantes e a própria Capital.

Durante a pesquisa foi constatado que a microrregião de Cassilândia apresentou o maior desnível regional de renda. Esta microregião compreende os municípios de Cassilândia, Chapadão do Sul e Costa Rica, com uma população de 60.275 habitantes, segundo o último censo e uma área total de 13.223,357 km². A pesquisa apontou que, no período avaliado, o máximo da concentração de renda ocorreu o ano de 2003.

Para mensurar essa concentração de renda, os economistas usaram oo Coeficiente de Variação de Williamson (Vw). Nos anos de 2000, 2001 e 2005, o segundo maior índice foi apresentado pela microrregião de Três Lagoas, ou seja, o segundo maior desnível de renda entre as microrregiões. Além de Três Lagoas, estão nesta microrregião Água Clara, Brasilândia, Ribas do Rio Pardo e Santa Rita do Pardo, totalizando 156.176 habitantes e uma área total de 50.494,468 km².

O artigo também destaca que, exceto no ano de 2004, a microrregião de Aquidauana ocupou a terceira posição no ranking das microrregiões com maiores níveis de concentrações de renda, o que por sua vez, significa que esta foi a terceira microrregião com maior desnível de renda quanto às demais. Lá estão os municípios de Aquidauana, Anastácio, Dois Irmãos do Buriti e Miranda, que somam 105.446 habitantes e uma área de 27.730,94 km².

Também haverá um painel que vai abordar a questão em âmbito nacional. Julio Flávio Gameiro Miragaya e José Alves Filho estarão a frente do painel Unidade Nacional e Diversidade Regional - Desequilíbrio e Distribuição da Espacial da Renda no Brasil, no dia 8 de setembro, quinta-feira, das 16 horas às 17h30.

XIX CBE – O artigo será apresentado em detalhes durante o CBE, que tem uma programação intensa, com palestras e paineis sobre temas relevantes e atuais do cenário econômico local, nacional e mundial. Dentre as autoridades que já confirmaram presença no evento está o Ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante. O tema central do Congresso é “Desenvolvimento: Inovação, tecnologia e sustentabilidade”, o que significa ênfase à multidisciplinaridade, o seja, análises de vários setores envolvidos na cadeia econômica.

As inscrições para o Congresso devem ser feitas até sexta-feira, 02 de setembro. São limitadas e custam R$ 300,00 para os profissionais registrados nos Corecon de seus Estados, R$ 400 para outros profissionais. Estudantes que são filiados aos Corecon estaduais pagam R$ 50,00 e o investimento é de R$ 100,00 para estudantes de outras áreas. Informações e a grade completa sobre os palestrantes e temas no site oficial do evento, www.coreconms.org.br/cbe

Empresas têm até 20 de dezembro para optar pela antecipação do eSocial
Empresas podem optar pela antecipação da implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSoci...
Prazo para regularizar débitos com fisco estadual vence na sexta-feira
Contribuintes que possuem débitos com o fisco estadual têm até sexta-feira (15) para aderirem ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) de Mato Gross...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions