A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

07/05/2019 10:35

Estado abre negociação, mas decisão sobre reajuste sai só no fim de maio

O secretário de governo, Eduardo Ridel, não descartou o reajuste zero, mas disse que nenhuma porta esta fechada para negociar.

Ângela Kempfer e Leonardo Rocha
O secretário de governo, Eduardo Ridel, durante evento na manhã desta terça-feira. (Foto: Leonardo Rocha)O secretário de governo, Eduardo Ridel, durante evento na manhã desta terça-feira. (Foto: Leonardo Rocha)

As reuniões sobre reajuste aos servidores estaduais devem ser retomadas neste mês, entre governo e sindicatos. Segundo o secretário de governo, Eduardo Ridel, a intenção de reajuste zero pode ser revista. As conversas iniciam, mas as decisões só serão divulgadas no fim do mês. Será levado em conta levantamento fiscal do 1º quadrimestre, que ficará pronto só no fechamento de maio.

Apesar de falar na disposição para o aumento, Ridel lembra que a fase é complicada. "Neste momento, o governo teria dificuldade de dar reajuste. Tivemos uma perda de R$ 46 milhões em ICMS em abril". O governador Reinaldo Azambuja já havia dito que houve queda de arrecadação em todos os setores da economia.

A crise generalizada compromete ainda mais o limite legal de gastos com pessoal. No fim de 2018, a folha consumia 47,22% da receita, já acima do limite prudencial de 46,45 % e quase no índice total de 49%. Maior que isso, o Estado começaria a sofrer sanções por conta da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal).

"Todos esses fatores serão levados em conta. A discussão está aberta, não fechamos as portas, para saber até onde podemos ir. Mas adianto que neste momento estamos em dificuldade", reforçou Ridel. 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions