A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

16/02/2018 09:50

Movimento no setor de serviços em MS fechou 2007 com queda de 9%

Estado registrou crescimento da atividade nos meses de novembro e dezembro

Leonardo Rocha
Levantamento do IBGE sobre setor de serviços foi divulgado hoje (Foto: Divulgação/IBGE)Levantamento do IBGE sobre setor de serviços foi divulgado hoje (Foto: Divulgação/IBGE)

Mato Grosso do Sul teve uma queda de 9,30% no setor de serviços, no acumulado dos 12 meses de 2017. Foi o que mostrou o levantamento nacional feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgado hoje (16), pela instituição.

Apesar do desempenho negativo, os dois últimos meses do ano passado mostraram uma evolução no setor, já que houve um crescimento de 2,70% nas atividades em dezembro, comparado ao mês anterior. Em novembro também houve uma alta de 2,10%, diferente de outubro, quando a queda chegou a 2,70%.

Já em relação a variação acumulada contando a mesma época do ano (dezembro) entre 2016 e 2017, os números também mostraram queda de 9,30% no setor de serviços. 

Este cenário econômico seguiu a tendência nacional, onde o setor (serviços), segundo o IBGE, teve um crescimento de 1,3% em dezembro, após também subir 1,0% em novembro. Já em outubro, comparado a setembro, a queda foi de 0,5%. Já o acumulado dos doze meses em todo Brasil mostrou queda de 2,8%.

Segmentos - A nível nacional, houve alta de 2,3% nos segmentos de Transportes, serviços auxiliares e correio, assim como nos serviços profissionais, administrativos e complementares que cresceu 0,6%. Já para as atividades prestados às famílias houve uma queda de 0,9% e os serviços de informação e comunicação, baixa de 0,3% em dezembro.

Segundo o IBGE, as atividades turísticas cresceram 2,8%, depois de alta de 1,2% em novembro. Em relação aos números regionais, as maiores altas em dezembro, foram de Roraima (15,1%), Maranhão (5,4%) e Espírito Santo (4,6%). Já as principais quedas estavam em Tocantins (-12,7%), Ceará (-3,4%) e Mato Grosso (-2,6%).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions